Quando falamos em retrospectiva de 2014, certamente o Ebola, Copa do Mundo, os 7 x 1 para a Alemanha, eleições, morte de Eduardo Campos estão dentre as coisas mais lembradas. Porém, no mundo animal também várias novidades ocorreram em 2014. Novas espécies foram descobertas, fósseis foram encontrados, dentre outros. Relembre alguns pontos marcantes nessa retrospectiva animal 2014.

Veja fatos que marcaram o mundo animal em 2014

Nova espécie de golfinho é descoberta

Começamos o ano com ótimas notícias. Uma nova espécie de golfinhos foi divulgada já em janeiro. Ela foi encontrada no Amazonas e foi batizada de "Boto Araguaia".

Publicidade
Publicidade

Acredita que fazia quase cem anos que não era feita uma descoberta de um novo golfinho? Os cientistas publicaram esse achado na revista Plos One e deram como nome científico Inia araguaiaensis, pois ele foi encontrado nas águas do Rio Araguaia. É considerada a quinta espécie de golfinho de rio descoberta em todo o mundo. Infelizmente, a estimativa é que existam mais ou menos mil #Animais desses na natureza, mas novas pesquisas estão sendo feitas.

Novo animal terrestre mais rápido do mundo

Já no mês de abril fomos contemplados com a brilhante notícia de que um novo bichinho bateu o recorde e ganhou o prêmio de mais rápido do mundo. O vencedor dessa vez foi o Paratarsotomus macropalpis que é tão ágil que consegue se movimentar até vinte vezes mais rápido do que uma chita. Quem é ele? É um ácaro que consegue realizar trezentos e vinte e dois movimentos corporais por cada segundo (chita só consegue dezesseis)! Com esse novo animal ligeirinho, o besouro-tigre australiano perdeu o posto de mais rápido.

Publicidade

Afinal, ele só consegue fazer cento e setenta e um movimentos corporais por segundo. E você, quantos consegue?

Fósseis de dinossauro de 40 metros

Essa descoberta foi anunciada em maio e aconteceu na cidade de Trelew, na Argentina. Os pesquisadores encontraram fósseis de um saurópode com 80 toneladas e 95 milhões de anos. Na verdade os trabalhos em cima desses fósseis começaram em 2013, mas a certeza de quem eram esses gigantes pesados só foi divulgada em maio de 2014.

Fóssil de pterossauro

Répteis voadores no Brasil? Sim, os pterossauros moravam aqui e quarenta e sete fósseis foram encontrados pelos cientistas. O nome dado à espécie é Caiuajara dobruskii. Eles moravam na região sul do Brasil há 100 milhões de anos aproximadamente. A descoberta desses "bichinhos" foi publicada na revista PLOS ONE em agosto de 2014. #Curiosidades