Temos a compreensão física e real que as cidades e o nosso planeta estão cada vez mais populosos e seus recursos naturais a cada dia mais escassos. Partindo dessa premissa, para onde iríamos se houvesse um colapso ambiental, como um terremoto, aquecimento global em que as geleiras já não existissem mais, furacões, vulcões? Iríamos para outro planeta? Marte talvez, mas a que preço e dentro de quantos anos? Questões extremamente difíceis de serem respondidas, mas com certeza já povoam a cabeça de muitos especialistas.

Os oceanos

Conhecemos mais do solo lunar que os nossos próprios oceanos. Essa é uma verdade que está prestes a ser mudada segundo a empresa Shimizu Corp, que possui a reputação de projetos grandiosos e está sempre à procura de inovações nas pesquisas, ciência e até mesmo no cinema.

Publicidade
Publicidade

Segundo Justin McCurry (The Guardian), o porta-voz da Shimizu Corp, Hideo Imamura, afirmou que a empresa possui um projeto em andamento chamado Oceano Spiral que capitalizará as infinitas possibilidades do fundo do mar destinado a acomodar a vida humana, pois já é mais do que certo que o mar elevará o seu nível e absorverá as cidades costeiras.

O projeto

O Oceano Spiral será projetado para ser dividido em três seções. A esfera flutuante, com um diâmetro de 500 metros, localizado logo abaixo da superfície do mar, abrigará zonas comerciais, residenciais e hotéis. Existirá uma espécie de veiculo que se locomoverá através de um caminho em espiral de 15 quilômetros que deverá descer a uma profundidade de 5 quilômetros no fundo do oceano. Lá estarão os cientistas responsáveis por utilizarem de forma correta os recursos energéticos do fundo do mar.

Publicidade

Ficção ou realidade

Esse projeto está sendo consultado pelos especialistas da Universidade de Tóquio, pelo governo e empresas interessadas no projeto. De acordo com a própria Shimizu Corp, a humanidade ainda não dispõe de uma tecnologia que permita a construção imediata do projeto, por esse motivo os estudos começam agora visando um planejamento de 15 anos para o início da construção em 2030. Se for apenas um sonho ou realmente um projeto, teremos que aguardar, mas a humanidade necessita de soluções que permitam a sobrevivência de todos os habitantes do planeta.HideHH #Curiosidades