Enquanto várias regiões brasileiras preocupam-se com a seca, nos estados do norte do país as cheias estão deixando todos em estado de alerta. Chuvas fortes na região da cidade de Assis Brasil, no Acre, fizeram com que o volume do Rio Acre subisse. Moradores de Brasileia e de Xapuri já notaram um aumento no nível do rio que passa por suas cidades.

De acordo com as informações divulgadas pela Defesa Civil Estadual, de 6,03 metros o Rio Acre em Brasiléia passou para 9,44 metros na última quinta-feira (29). Em Xapuri isso ainda foi mais forte. De 6,86 metros as águas subiram para 10,24 metros nesse período. Na medição feita às 21 horas do dia 29 em Rio Branco o rio estava 11,58 metros, mas provavelmente subirá nos próximos dias, pois o volume de água está grande Brasiléia e Xapuri e, em curso normal, a água vai para capital.

Publicidade
Publicidade

Caso a chuva pare na região da cabeceira do Rio Acre, provavelmente, na capital, a situação não ficará preocupante. Porém, o Rio Madeira está cheio e alguns trechos que ligam o Acre a Rondônia já apresentam água na pista. Isso é preocupante, visto que em 2014 a cheia foi intensa e o estado ficou isolado do restante do país.

Embora a estrada ainda não esteja encoberta totalmente, a água já invadiu a pista. O temor é que o cenário se repita. Em 2014, a BR-364 ficou com 20 quilômetros da debaixo d'água. Os caminhoneiros que estão indo para o estado temem chegar e não conseguir voltar. No ano passado, muitos ficaram entre os estados sem conseguir se deslocar, pois o volume de água na pista foi tão grande que ela precisou ser interditada.

Preocupados, alguns comerciantes resolveram aumentar o estoque de alimentos, com o intuito de ter produto suficiente para atender à população por três meses, caso a cheia de 2014 volte a acontecer.

Publicidade

Porém, esse estoque deve chegar apenas depois do dia 15 de fevereiro na cidade e isso só será possível se até lá a cheia não agravar.

Em Porto Velho, algumas famílias já foram retiradas de suas casas pela Defesa Civil. Saiba mais aqui.