Nenhum estado no sudeste desperdiçou mais água que o Espírito Santo em 2013. A informação é do operador do Sistema Nacional de Informações de Saneamento (SNIS). Quase 35% da água tratada e própria para o uso foi inutilizada. Se há uma boa notícia nisso? O desperdício capixaba foi menor que a média do país, que está em 37%. Mas o ideal é que esta taxa alcance índices de até 20%.

Vitória está entre as 10 capitais do país onde a média de desperdício está abaixo da praticada no Brasil. A média nacional está no mesmo nível que o registrado em 2012. Para o SNIS, o que faz com que a água não chegue ao consumidor são vazamentos em redes e reservatórios que acontecem nas prestadoras de serviço de abastecimento.

Publicidade
Publicidade

Outro motivo para o desperdício de água pode ser atribuído a fraudes e ligações ilegais.

A Organização das Nações Unidas (ONU) preconiza que cada pessoa precisa de 150 litros de água ao dia para atender suas necessidades de consumo e higiene. No Brasil, o consumo per capita pode chegar a 200 litros. E no verão, a média de consumo de água fica em torno de 80 litros diários por segundo, o que significa cerca de 50% a mais que o habitual.

Em tempos de escassez hídrica, o relatório do Sistema Nacional diz que o controle da perda de água tem relação direta com as ações dos prestadores de serviços. Em seu relatório o SNIS afirma que as informações constatadas demonstram que as empresas que fazem o abastecimento precisam melhorar a gestão deste líquido precioso, modernizando sua tecnologia e qualificando a mão de obra para evitar o desperdício.

Publicidade

O relatório também mostra que o consumo de água por pessoa no país aumentou em comparação a 2012. Por dia, são consumidos 166,3 litros de água por habitante.

A conclusão é de que, aliada à melhoria da gestão da água pelas empresas e consórcios distribuidores, é necessária uma urgente revolução de costumes e, principalmente, de consciência. Nesse verão e com o calor de lascar que temos sofrido, vale lembrar o que disse Bruce Lee: seja a água.