A Grande São Paulo tem uma população de cerca de 20 milhões de pessoas e concentra 75% de habitantes do estado e 10% do total de brasileiros. Para abastecer toda essa gente, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) coordena seis reservatórios espalhados pela região metropolitana da capital.

O maior reservatório, porém o mais crítico é o Cantareira. Hoje opera com menos de 10% de sua capacidade, abastece 6,5 milhões de pessoas na Grande São Paulo e produz 18,5 mil litros de agua por segundo. Em 15 de maio de 2014, a Sabesp começou a utilizar a primeira cota de volume morto do reservatório. A segunda parte do volume morto foi incluído em 24 de outubro.

Publicidade
Publicidade

O segundo maior reservatório é o Guarapiranga que produz 14,2 mil litros de água por segundos e atende 4,9 milhões de paulistas. No momento opera com menos de 30% da capacidade. Já o Alto Tiete produz 11,6 mil litros de agua por segundo e distribui agua para 4,5 milhões de habitantes.

Os outros três reservatórios que distribuem agua para a Grande São Paulo são o Rio Grande, Rio Claro e Alta Cotia. Os três juntos atendem 2,4 milhões de paulistas e operam com mais de 30% de suas capacidades.