Quem pensa que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, engana-se! Sim, eles caem e, às vezes, mais de duas vezes! A época de maior incidência de raios é entre outubro e março. E é neste período, devido ao verão, que um grande número de pessoas vai para o litoral, que é onde ocorre a maior incidência de atingidos pelo grande número de raios. É no verão, depois de um dia extremamente quente, que ocorre a famosa "chuvinha de verão". Só que muitas vezes a tal chuvinha não vem sozinha. Trovões e raios chegam com tudo e o que parecia uma bela tarde transformasse numa verdadeira tempestade.

Cerca de 60 milhões de raios incidem no Brasil e isso torna o país recordista mundial.

Publicidade
Publicidade

O número de pessoas que são afetadas de forma fatal também é elevado. Dizer que ser atingido por um raio é tão difícil quanto ganhar na Mega-Sena está longe de ser verdade. E, num país recordista mundial de raios, pessoas imprudentes se arriscam e provam que este fato não é verdade. Ser atingido por uma descarga elétrica se torna muito mais fácil quando pessoas estão expostas em lugares sem cobertura, multiplicando por mil vezes suas chances de ser atingido. O problema se complica muito mais quando a pessoas está dentro da água no momento dos raios.

Em 2013, cerca de 88 pessoas foram atingidas e levadas a óbito no país por raios e em 2014, cerca de 99. E a previsão para 2015 não é nada boa, pois a incidência do fenômeno nas regiões Sul, Norte e Nordeste é alarmante e será ainda maior em relação aos outros anos.

Publicidade

Como as temperaturas este ano atingiram níveis máximos, muitos raios e trovões ainda estão por vir! Mesmo com as praias sendo sempre colocadas como destaque, áreas agropecuárias continuam sendo as campeãs em eventos fatais de pessoas atingidas por raios, porque estas áreas estão em locais abertos, totalmente descobertas e ainda utilizam equipamentos metálicos e elétricos, sendo um chamariz para descargas elétricas.

A melhor forma diante de situações com a incidência de raios é procurar abrigo, evitar áreas descobertas e longe de praias! #Dicas