Os terremotos são provocados pelos movimentos das placas tectônicas, um conjunto de doze enormes blocos da crosta do nosso planeta onde estão localizados os oceanos e continentes. Neste domingo, dia 26 de abril, um grande terremoto afetou a Índia e Nepal. E como todo terremoto tem as suas consequências negativas, grandes construções foram abaladas e até mesmo avalanches ocorreram no Himalaia. Os terremotos são gerados com muita frequência em alguns países por conta da constante movimentação dessas placas que ficam sobre o magma que se move abaixo delas.

E como sempre, os terremotos chegam para trazer tragédia e destruição.

Publicidade
Publicidade

A cada ano que se passa, os terremotos só tendem a piorar chamando a atenção dos geólogos e dando um alerta para a população. Os tremores se originam de forma natural no decorrer da união dessas placas, que se chocam, submergem ou quando há o atrito entre elas, gerando enorme quantidade de energia. E esse fenômeno da #Natureza leva o terror para muitos países que já não sabem o que fazer para conter os prejuízos.

E como superar as marcas negativas deixadas pelo efeito dos tremores? Casas são destruídas, edifícios são balançados, acidentes são provocados e o pior de tudo, pessoas são mortas. De acordo com a agência de notícias Associated Press, cerca de 2200 pessoas morreram em outro terremoto nesta mesma região neste sábado (25). Mais profundo que o tremor de terra são as dores que muitos sentem ao perder seus bens materiais conquistados com tanto esforço.

Publicidade

São as marcas de sofrimento que só o tempo pode cicatrizar.

Milhares de pessoas são feridas ou até mesmo mortas em casos impactantes de terremotos como este do Nepal. Impactos que duram poucos segundos ou minutos, mas que provocam grandes prejuízos para a região vítima dos fenômenos. Esses abalos sísmicos podem ser passageiros nas cidades, porém deixam vestígios de medo dentro daqueles que sofreram seus efeitos. E por que Nepal e Índia foram atingidos com tanta agressividade? Por que são regiões localizadas em zonas de convergência das placas. Só resta ao mundo prestar socorro e atender as vítimas desta terrível devastação. #Mídia #Curiosidades