Enquanto a maior parte do Brasil sofre com o calor insuportável do verão e sensação térmica de 55 graus, no Nordeste, chove granizo e surpreende moradores de diversas localidades em três Estados: Ceará, Piauí e Pernambuco.

Em Barbalha, Região do Cariri, no interior do Ceará, onde começou a aparecer o fenômeno, uma chuva de granizo ocorreu na tarde do dia 25 de dezembro e foi registrada em vídeo por diversos moradores. De acordo com relatos, a chuva teve duração de 20 minutos com muitos raios e trovões. O mesmo ocorreu em outra cidade também no Ceará, Ubajara, a 329 quilômetros de Fortaleza, por volta das 17 horas.

De acordo com a Funceme, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos, o fenômeno ocorre devido à um sistema meteorológico conhecido como vórtice ciclônico de alto nível, o que facilita a formação de nuvens chamadas cumulusnimbus, associadas a pancadas de chuvas rápidas e intensas, com ventos de forte intensidade, e além do granizo, podem provocar relâmpagos, raios e trovões.

Publicidade
Publicidade

"Este acontecimento é algo incomum em regiões do Nordeste, como o Ceará, que fica próximo à linha do Equador, onde as temperaturas são altas, e ocorre mais frequentemente em regiões como o Sul do Brasil", informa Raul Fritz, Supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme.

O boletim da Funceme já registra o mesmo fenômeno em 23 municípios cearenses.

Granizo destrói Parque Zoobotânico em Teresina

Outro Estado do Nordeste que também registrou a chuva de granizo foi Teresina, no Piauí, onde ocorreram os maiores estragos. O Parque Zoobotânico de Teresina está fechado por conta da destruição de telhados, árvores e da rede elétrica do local. Segundo o diretor do Parque, José Renato, 48 alas de animais sofreram prejuízos com telhados destruídos. Ainda segundo José Renato, "o vento foi tão forte que uma das casas da avestruz voou e ficou toda destruída." O Parque, que está em manutenção, será reaberto na quarta-feira.

Publicidade

Meteorologistas não descartam a possibilidade do fenômeno de repetir em outras regiões do Piauí nos próximos dias, devido ao alto índice de irradiação e umidade do ar.

Outro estado do Nordeste atingido pela chuva de granizo foi o sertão de Pernambuco. No município de Sertânia, a 316 Km de Recife, o fenômeno foi registrado também no dia 25 de dezembro, por volta das 13 horas. A região foi atingida por uma forte chuva, seguida de pedras de gelo. Moradores idosos do local por volta de 70 anos de idade, e que viram o granizo pela primeira vez, informaram que nunca havia ocorrido nada parecido antes na região.

O meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), Roni Guedes, informa que Pernambuco não possui equipamentos para prevenir este tipo de fenômeno, visto que é um evento que ocorre isoladamente e tem curta duração, cerca de cinco minutos.

Veja vídeos:

  

#Curiosidades #Mudança do Clima #Chuvas Torrenciais