O cultivo da banana, demanda satisfatórias quantidades de nutrientes para garantir o seu bom desenvolvimento e rendimento. Para isso, a primeira medida a ser tomada, visando-se suprir as necessidades nutricionais da bananeira é a realização do processo de amostragem do solo.

De acordo com a EMBRAPA, a amostragem do solo deve ser representativa e deve ser coletada de uma área uniforme quanto à cor e textura do solo, topografia, vegetação, produtividade, relevo e histórico da aplicação de corretivos e de fertilizantes. 

Recomenda-se que seja feita a retirada de 15 a 20 subamostras por área homogênea, na profundidade de 0-20 cm e, se possível também, na profundidade de 20-40 cm, para formar uma amostra composta de cada profundidade.

Publicidade
Publicidade

Após esse processo, as amostras devem ser condicionadas em sacos plásticos limpos e precisam ser corretamente identificadas com formulários próprios, contendo os seguintes itens: nome do solicitante; data e período da amostragem; local da amostragem (estado, município, nome da propriedade e, se possível, as coordenadas locais); número da amostra; profundidade de coleta e tamanho da área amostrada; tipo de relevo (encosta de morro, terra plana, alto do morro, várzea ou baixada). Já catalogadas, as amostras devem ser enviadas para um laboratório de solos, que procederá realizando análises químicas e físicas nas mesmas. Recomenda-se que a amostragem seja feita antecedência mínima de 60 dias antes do plantio, para que haja tempo de se realizar a calagem, caso seja necessária.

EMBRAPA Mandioca e Fruticultura cita que a bananeira absorve os seguintes nutrientes em ordem decrescente: macronutrientes: K > N > Ca > Mg > S > P; micronutrientes: Cl > Mn > Fe > Zn > B > Cu.

Publicidade

Em média, um bananal retira, por tonelada de cachos, 1,9 kg de N; 0,23 kg de P; 5,2 kg de K; 0,22 kg de Ca e 0,30 kg de Mg.

No vídeo abaixo, os estudantes Andressa Souza, Maria Beatriz Uchôa e Paulo Henrique Costa do curso de Engenharia Agronômica da Universidade Federal do Acre (Campus Floresta), recomendam a adubação de plantio e cobertura adequadas para a cultura da banana, de acordo com os dados obtidos através da amostragem do solo e de analises químicas e físicas realizadas na área experimental do Campus.

#Natureza #Agricultura #Alimentação Saudável