O número de abelhas no mundo está diminuindo rapidamente. Nos EUA, o número delas caiu mais da metade desde 1940. Esse é um assunto muito sério, porque as abelhas são as principais responsáveis pela produção de 40% dos alimentos no mundo. O trabalho das abelhas para a #Agricultura é estimado em R$ 868 bilhões. Entre 2006 e 2008, uma misteriosa diminuição na quantidade de abelhas nos EUA causou um prejuízo de mais de US$ 14 bilhões.

Não se sabe ainda por que elas estão morrendo. Podem ser parasitas, infecções, má-nutrição, uso de pesticidas, etc. Nos EUA, por exemplo, foram encontrados 121 tipos diferentes de pesticidas em amostras de abelhas, cera e pólen.

Publicidade
Publicidade

A maioria das frutas e vegetais, como maçãs, morangos, cebolas, cenouras, além de grãos como nozes, girassol, café, soja e até algodão são dependentes da polinização das abelhas. Bilhões de abelhas estão morrendo silenciosamente, colocando em perigo toda a cadeia alimentar. As abelhas não fazem apenas mel, elas são uma força de trabalho gigantesca e humilde ao polinizar 90% das plantas que conhecemos. 

Pesquisadores da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, estimam que um terço dos alimentos consumidos pelo homem são diretamente dependentes do papel das abelhas na natureza.

Com a queda drástica na quantidade de vegetais disponíveis, as fontes de alimentação de animais herbívoros ficarão escassas, gerando um efeito dominó na cadeia alimentar. Os herbívoros irão morrer, diminuindo a oferta de alimento aos carnívoros, atingindo um número cada vez maior de espécies até chegar ao homem.

Publicidade

Se elas são responsáveis por tão grande parte da produção mundial de alimentos, sua extinção poderia trazer enormes problemas para a humanidade. Seria um mundo sem cores e com redução de alimentos. Além de uma dieta incolor, sem cereais, frutas, arroz e roupas de algodão ainda teríamos uma paisagem sem pomares e sem jardins coloridos o que levaria também à extinção de pássaros, animais selvagens e outros insetos. Isso geraria uma reação em cadeia tornando a vida da humanidade impossível ou pelo menos muito desagradável...