Os cenários mais paradisíacos também podem ter os seus perigos: a “maçãzinha da morte” é um deles!

Conhecida como "manzanilla de la playa" ou "manzanilla de la muerte" em espanhol e "manchineel tree" em inglês, trata-se de uma árvore nativa na zona costeira da Flórida (EUA), Caribe, América Central e América do Sul (Venezuela e Colômbia). Vegeta nas praias e compõe ambientes frequentados por turistas naquelas regiões.

Frondosa, podendo chegar a 20 metros de altura, forma uma copa agradável sobre a areia e chamativa para os incautos, sobretudo, porque seu tronco, às vezes, se retorce pela areia formando ambientes verdadeiramente convidativos.

Publicidade
Publicidade

Em toda a planta, no entanto, circula uma seiva extremamente tóxica de modo que, um simples toque no tronco da árvore pode provocar reações dérmicas muito intensas. O fruto, por sua vez, se ingerido, provoca vômitos e diarreias tão intensos que podem conduzir, rapidamente, a uma desidratação fatal.

Devido à sua elevada toxicidade, muitas histórias acabaram surgindo. O próprio nome científico da planta, Hippomane mancinella, significa "maçãzinha do cavalo louco", em referência ao comportamento adquirido pelos cavalos após ingeri-la.

Conta-se, também, que nativos costumavam utilizar a seiva como veneno para a ponta de suas flechas, com efeitos quase que imediatos sobre as vítimas atingidas.

Diz-se, ainda, que ficar sob sua copa durante uma chuva é atitude muito arriscada, principalmente para a pele, em função dos resquícios de seiva dissolvidos na água que cai, após escorrer pela planta.

Publicidade

Por tudo que se sabe delas, costuma-se marcar as árvores com cruzes vermelhas como forma de chamar a atenção para o perigo que representam. Também é prática usual em regiões de afluxo de turistas a instalação de placas alertando para os cuidados necessários.

Por outro lado, a planta é alimento de uma espécie de iguana ocorrente nas Américas Central e do Sul, conhecida por "garrobo" (Ctenosaura similis), lembrando que na natureza, por mais drástica que seja uma existência, tudo tem sua razão de existir. #Curiosidades #Viagem