Um cachorro, que atende pelo nome de Cola, teve as patas da frente decepadas após estragar os sapatos de um vizinho. O caso aconteceu em  Jacarta, capital da Indonésia. Na semana passada a ONG "Soi Dog Foundation" postou nas redes sociais um vídeo mostrando a emoção do cachorro depois de receber duas próteses que deverão permanecer implantadas nas patas dianteiras do animal. O cachorro estava há dois meses sem poder andar e dependia de ajuda para se locomover.

No vídeo é possível perceber a animação do cachorro após um veterinário instalar as próteses. Durante as primeiras passadas Cola apresentou certa dificuldade para se locomover.

Publicidade
Publicidade

O vídeo logo viralizou pelas principais redes sociais e já ultrapassou 5 milhões de visualizações em apenas quatro dias. A alegria do cachorro é contagiante.

Pinguim também recebeu próteses

Outro animal que também recebeu uma prótese após ter uma das patas decepada foi um pinguim que atende pelo nome de Bagpipes. Veterinários que atenderam o animal tiveram que cortar uma das patas do pinguim após o seu resgate ocorrido em 2007. Na época o animal havia sido encontrado com uma das patas enrolada em uma linha de pesca.

Após 9 anos em espera finalmente Bagpipes recebeu uma prótese fabricada com ajuda de uma impressora 3D, que lhe devolveu a alegria de poder andar novamente. Após receber o material o pinguim começou a ensaiar uma espécie de dancinha dando a entender que estava comemorando o feito.

Publicidade

Uma equipe de biólogos do International Antarctic Centre em Christchurch, da Nova Zelândia, preencheu garrafas pet (aquelas de refrigerante) com bastante espuma para dar estabilidade à perna do pequeno animal. "Eu acho que ninguém na Nova Zelândia fez algo desse tipo. É muito bom também poder testar isso em um ambiente controlado, para que possamos saber de qualquer defeito", contou Mal Hackett, umas das biólogas responsáveis em cuidar de Bagpipes. O material foi projetado pelo médico veterinário Don Clucas, que também atua como professor de veterinária na Universidade de Canterbury. #Entretenimento #Animais #Curiosidades