Imagine você andando em um estacionamento ou em qualquer outro lugar público e se deparar com algum animal selvagem. Pois foi isso que aconteceu em Hot Springs, no estado de Arkansas (EUA). A motorista, dona de uma picape que estava em um estacionamento, ficou completamente apavorada quando se deparou com uma cobra gigantesca em cima de seu carro. Kristi Freeman postou uma foto em sua rede social Facebook.

“Fiquei em choque. Não vou conseguir dormir essa noite.” disse ela. A cobra era domesticada e não ocorreu nenhuma tragédia. Após ver a cobra, a dona da picape chamou o segurança do local; eles ficaram vigiando a cobra até o proprietário dela chegar, e levá-la novamente para a casa.

Publicidade
Publicidade

Não é todos os dias que vemos uma situação dessas, porém acontecem muito casos assim, até mais do que imaginamos. Em São Roque (SP), no passado mês de junho, um morador encontrou uma cobra cascavel na garagem de sua casa. Segundo os moradores do local, assim que avistaram a cobra, ligaram para o corpo de Bombeiros, que junto a uma equipe especializada pegaram a cobra e colocaram-na dentro de um tambor. O réptil foi levado para o Instituto Butantan, localizado na cidade de São Paulo (SP). Nesse caso também não houve nenhuma vitima.

Todavia, a cobra que foi encontrada na cidade de São Roque (SP) não era domesticada; esses casos estão se tornando mais comuns do que nós imaginamos. O número de #Animais que tem invadido as áreas urbanas está crescendo; em 2011 chegavam a ser 1.291, somente na região de Sorocaba (SP).

Publicidade

Segundo declarações à época do capitão da Polícia Ambiental, Marcos Aurélio Venâncio, a urbanização tem levado os animais para lugares de risco para sua sobrevivência, e com isso muitos acabam sendo feridos ou até mesmo mortos. Outra ameaça para os animais é o trafico ilegal; segundo o capitão, as pessoas costumam pegar os animais, muitas vezes não conseguem criá-los e os abandonam pouco tempo depois de adquiri-los. O grande problema é que esses animais são alimentados de forma inadequada pelo ser humano; quando abandonados precisam se alimentar e acabam indo em busca de alimentos as áreas urbanas.

“Os números são alarmantes, tendo em vista os riscos que os animais e as pessoas estão correndo”, diz o capitão. Ainda de acordo com Marcos Venâncio, "a melhor coisa a fazer é imediatamente acionar a Polícia Ambiental, o Centro de Controle de Animais e até mesmo o Corpo de Bombeiros mais próximo". O conselho continua totalmente atual. #Mundo #Curiosidades