Show de fofura e tensão, um vídeo publicado viralizou na internet, por ser, ao mesmo tempo, uma explosão de fofura e amor e também um momento tenso. O fato ocorreu Queensland, na Austrália, numa praia onde há grandes incidências de bancos de areia, e lugares muito rasos, foi lá que a mamãe orca ficou encalhada. Ao ver que sua mãe estava impossibilitada de sair daquela situação, o bebê orca começou a empurrá-la com muita força e, aparentemente, muito desespero a fim de tirar a mãe de lá. 

As orcas são animais mamíferos, conhecidas por seu grande tamanho, destreza e força. As orcas podem chegar a medir 7 metros de comprimento e a pesar de 4 mil a 7 mil quilos, sua alimentação é bem diferenciada das outras espécies de baleia, chegando a até se alimentar de filhote de outras baleias, também faz parte de sua dieta peixes, crustáceos, entre outros.

Publicidade
Publicidade

Possivelmente, essa #baleia se dirigiu a esse local tão raso com o intuito de procurar por alimento e acabou ficando encalhada ali. 

Felizmente, tudo acabou bem dessa vez. O bebê orca conseguiu empurrar sua mãe até que ela pudesse nadar por conta própria, mas nem sempre isso ocorre. Estima-se que, só durante o primeiro semestre do ano passado (2015), mais de 20 animais foram encontrados mortos nas #encostas de praias, um número que vem crescendo cada vez mais. As explicações para esses acontecimentos trágicos vão desde as alterações climáticas, causadas pelas ações humanas, até aumento da população das espécies. 

Devido ao alarmante número de encalhamentos, tem-se cada vez mais uma preocupação por parte de biólogos e de pessoas que zelam pelas espécies marinhas, investindo cada vez mais no monitoramento e aperfeiçoamento de equipamentos que possam impedir que as baleias se aproximem tanto, das encostas de praias, evitando assim que encalhem e posteriormente venham a morrer, tendo em vista que este é um animal de grande porte e que dificulta assim sua retirada para o oceano novamente, e quando a ajuda chega geralmente é muito tarde. 

Por sorte, no caso relatado, tudo correu bem, veja o vídeo do acontecimento: 

#Bebês