Bill Gates, com a mão companheira de seus "amigos" colaboradores, conseguiu levantar um capital de 1 bilhão de dólares para um novo fundo de investimento, que será totalmente destinado a comercialização de novos produtos baseados na energia limpa. O capital começa a ser aplicado a partir de 2017 e tem duração de 20 anos.

Na contramão de Trump, Bill Gates e seus aliados estão apostando em produtos de alta tecnologia destinados a redução do aquecimento global e do efeito estufa, uma vez que o presidente eleito dos Estados Unidos já deu mostras de que condições climáticas não estão em suas ideias de desenvolvimento sustentável.

Publicidade
Publicidade

Muitos acreditam que estes bilionários usarão da crise ambiental para faturar mais e mais, usando as condições do clima no mundo para apresentar projetos que em primeiro momento venham de encontro com a comunidade científica, e do planeta como um todo, mas por outro lado alavancando ainda mais os seus negócios.

A Terra clama por socorro, mas ainda assim os sistemas de coisas continuam em alta operação no mundo, onde há o despejo de milhões de toneladas de poluentes a todo instante na atmosfera, sem trégua. A ruína é inevitável, causada pela indústria e seus produtos, ondes nós humanos, somos os agentes diretos de descarte da poluição de do esgoto.

Vamos aguardar e esperar para ver se o projeto "BEV", de Bill Gates, traz algum tipo de nova consciência para os demais setores produtivos em operação contínua no mundo, fazendo com que pelo menos a curto prazo consigamos estabilizar os níveis de poluição e degradação, para em um segundo passo começarmos a criar mais projetos de sustentabilidade racional e ambiental em todo o globo,

Enquanto isso, vamos continuar a ouvir e ver notícias cada vez mais desconsoladoras em relação a vários temas de interesse da população mundial.

Publicidade

Com o crescente número da população humana sobre a Terra, são necessários mais e melhores meios de produção que agridam o menos possível ao meio ambiente, de outra forma, com políticas avassaladoras e que almejam simplesmente o lucro, através da produção mundial e com toda a volúpia do consumismo, vamos descer ladeira abaixo e nem pobres e nem ricos suportarão mais viver sobre nosso mundo. #Android #Finança #ONU