Ao longo dos séculos, a humanidade vem explorando todos os recursos do planeta indiscriminadamente, sem medir os impactos que poderia estar causando no planeta. Os tempos foram passando, o consumo de recursos foram intensificando de tal forma que começou a surgir a preocupação com o possível impacto natural que poderia estar sendo causado, isto no auge da Revolução Industrial, até os dias de hoje.

Entre todos os recursos explorados, o mais preocupante é a água, pois toda a utilização agrícola, industrial e humana, incluindo a poluição que cada um destes setores contribuem para que o quadro agrave, podem estar causando a extinção deste recurso imensamente importante, tanto para a vida humana, como para fauna e flora do planeta, o qual pode acabar em aproximadamente 50 anos.

Publicidade
Publicidade

Segundo especialistas relataram na conferência anual da União Geofísica Americana, realizada semana passada em San Francisco, na Califórnia, áreas de risco ao redor do #Mundo podem ter os recursos hídricos subterrâneos esgotados, entre estas áreas foram citados a Índia, Argentina, Austrália, Califórnia e o sul da Europa. A escassez se dará nas regiões mais secas do planeta, onde os recursos subterrâneos serão gravemente afetados devido a intensa irrigação, tornando inacessível a água subterrânea economicamente explorada, mesmo que os aquíferos permaneçam produtivos, relata o pesquisador Inge de Graaf, hidrologista da Escola de Minas do Colorado em Golden, Colorado.

O quadro em questão foi modelado via computador, cujas previsões relatam que na região da bacia do Ganges, na Índia, e no sul da Espanha e da Itália a água armazenada no subsolo poderia se esgotar entre 2040 e 2060.

Publicidade

Nos Estados Unidos, os aquíferos nas partes central e sul do estado da Califórnia, atingido pela seca, poderiam esgotar na década de 2030 aproximadamente. Nos estados do Texas, Oklahoma e Novo México os aquíferos podem atingir seus limites entre os anos 2050 e 2070.

Embora muitas medidas tenham sido tomadas visando minimizar estes impactos que os recursos hídricos vêm sofrendo, é necessário medidas mais efetivas, onde o governo e as empresas de cada nação trabalhem juntas em busca de uma solução que viabilize um consumo dos recursos de forma renovável, garantindo a utilização contínua. Muito se debate sobre tais questões, muitas empresas demonstram responsabilidade social, mas até que ponto são tomadas medidas efetivas em prol da #Natureza e #Sustentabilidade?