Muitas pessoas acreditam que os gatos são #Animais extremamente misteriosos e difíceis de serem entendidos. No entanto eles são como qualquer outro animal e se comunicam através de expressões corporais. Para entender melhor seu gatinho basta prestar atenção nas suas atitudes, pois elas transmitem seus #Sentimentos, desejos e necessidades.

Assim como os cães, os #Gatos tem seu jeito único e diferente de se expressar. Às vezes pode parecer difícil, mas não é impossível compreendê-los. Sua capacidade sonora, movimentos corporais e substâncias químicas exaladas são extremamente importantes na hora da comunicação entre espécies.

Publicidade
Publicidade

Existem várias expressões corporais que apresentam um significado concreto. Algumas dessas expressões podem ser reconhecidas e interpretadas para que você saiba o que seu gato está tentando "falar".

1. Cauda

A cauda é o local do corpo dos gatos onde mais sensações são transmitidas.

Cauda em movimento e sentado: concentrado;

Cauda se movimentando suavemente: tranquilidade;

Cauda parada/enrijecida: curiosidade;

Cauda arrepiada: assustado;

Apenas a ponta da causa de movimentando: estressado/desconfortável;

Cauda sempre para cima: demonstra ser um gato de bom humor e que gosta de chamar atenção;

Cauda constantemente para baixo e entre as patas: tímido;

Cauda arrepiada e em forma de arco: posição de defesa, pode ocorrer um ataque.

2. Orelhas

As orelhas também são bastante expressivas na hora de demonstrar os sentimentos.

Publicidade

Orelhas para frente: querendo brincar ou contente;

Orelhas para cima: alerta/atentos;

Orelhas viradas para trás: irritado;

Orelhas viradas lateralmente: nervoso/preocupado;

Orelhas apontadas para trás e rente a cabeça: animal assustado e na defensiva, ou irritado e agressivo.

3. Olhos

Os olhos dos felinos são lindos, com várias cores e formatos, e eles também podem dizer muita coisa sobre o mundo ao seu redor.

Pupilas dilatadas: surpreso, assustado ou estimulado;

Pupilas apertadas: tenso ou agressivo. Lembre de observar se a iluminação não está muito intensa;

Olhar fixo: se sentindo desafiado;

Piscando lentamente: seguro e confia nas pessoas ao redor;

Olhos entreabertos: descontraído e confiante.

Reserve um tempo e procure sempre compreender o seu animalzinho, com isso você será capaz de decifrar e conhecer o humor e as necessidades dele. Na dúvida, procure um médico veterinário.