Em primeiro lugar, todos são seres vivos. Em segundo lugar, nenhum deles apresenta clorofila e, consequentemente, nenhum executa fotossíntese. Por esse motivo, não produzem o próprio alimento, como os vegetais. Os fungos são, portanto, organismos heteróficos e não autotróficos. Eles crescem sobre restos de matéria em decomposição, como folhas caídas, fezes e cadáveres, dos quais se alimentam.

Os fungos não se alimentam da mesma maneira. Ao contrario, para se alimentarem, os fungos soltam substâncias capazes de decompor o alimento presente ao seu redor. Essas substancias digerem o alimento, produzindo um líquido que contém nutrientes, que são absorvidos pelos fungos.

Publicidade
Publicidade

Os cogumelos são exemplos bastantes conhecidos de fungos. Apesar de diferentes no aspecto, todos os tipos de cogumelos são constituídos por filamentos, chamados ''hifas''. Um aglomerado de hifas é denominado ''micélio''. Um emaranhado de maior número e também forma toda a estrutura do cogumelo que se desenvolve para fora da superfície em que está estabelecido.

A reprodução de cogumelos também pode acontecer por meio de esporos, pequenas estruturas produzidas na parte de baixo do ''chapéu''. Uma vez liberados, os esporos são espalhados pelas correntes de ar. Ao atingirem um local adequado, com alimento, umidade e temperatura apropriados, eles se desenvolvem e originam um novo cogumelo.

Assim como os cogumelos, as orelhas-de-pau são um emaranhado e elas receberam o nome ''orelha-de-pau'' porque costumam crescer sobre troncos de árvores, vivas ou mortas, e têm o aspecto de orelhas grudadas à madeira.

Publicidade

Elas são os principais representantes dos fungos.

A maioria das espécies de cogumelos é venenosa e, por esse motivo, você nunca deve colocar na boca um cogumelo. Há casos, como o do ''chapéu-de-sapo '', em que um único cogumelo ingerido pode causar a morte.

Atualmente são mais de 70 mil espécies de fungos e, a cada ano, são descritas entre 1,5 mil e 2 mil novas espécies. Estimativas calculam mais de 1,5 milhão o número de espécies de fungos vivos.

Acredita-se que o maior fungo existente hoje na terra seja o 'Armillaria ostoyoe, com idade estimada entre 400 e 1 000 anos. Cerca de 600 espécies de cogumelos são usadas em alimentação humana, mas apenas 20 são largamente utilizadas. #Meio ambiente #Natureza