Publicidade
Publicidade

A Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (Apec) realiza cimeira econômica no Vietnã entre os dias 11 de 12 de novembro. Este bloco econômico é formado pelos seguintes países: Rússia, Estados Unidos, China, Canadá, Japão, Austrália, Chile, México, Coreia do Sul, Nova Zelândia, Cingapura, Vietnã, Malásia, Indonésia, Tailândia, Brunei, Filipinas, Peru e Papua Nova Guiné, além de participarem regiões administrativas da China, como a Ilha de Taiwan e Hong Kong.

O evento econômico é paralelo à 23ª Conferência da Nações Unidas para o clima que ocorre em Bonh, na Alemanha [VIDEO], com a finalidade de discutir propostas técnicas para melhor eficácia do Acordo de Paris.

Publicidade

Seja no Vietnã, seja na Alemanha, assunto em pauta é meio ambiente. Enquanto em Bonh, os delegados do mundo inteiro detalham o Acordo de Paris, a cimeira da Apec abriu um fórum específico para discutir as questões climáticas.

A Apec ‘’Vozes do Futuro’’ ou Apec Voices of the Future, em inglês, foi a denominação criada para criar um diálogo específico entre os países da PEC sobre atitudes governamentais para uma economia sustentável, considerando a questão climática. O fórum tem interesse específico em impulsionar o desenvolvimento da #Agricultura sustentável entre os países membros do bloco.

As tratativas entre os delegados apoiam medidas urgentes de fomento da atividades econômicas de agricultura sustentável como forma de proporcionar equilíbrio ambiental na relações entre ser humano e natureza.

Publicidade

Dessa forma, Noeleen Heyzer, ex-secretário-geral adjunto da ONU (Organização das Nações Unidas) e ex-secretário executivo da Comissão Econômica e Social da ONU para a Ásia e o Pacífico, disse a um jornal do Vietnã que “a mudança climática pode afetar diretamente as gerações futuras em questões como emprego, oportunidades e trabalho.”

A Apec se prepara para figurar como o principal bloco econômico mundial até 2020. Já em relação à atividade econômica agrícola, atualmente, é o líder mundial em produção agrícola e exportação de alimentos. Além disso, o grupo possui 40% da população mundial, ou seja, aproximadamente 2,8 bilhões de habitantes e 57% do PIB (Produto Interno Bruto) mundial.

Os países da Apec estão empenhados em cumprir o Acordo de Paris, a ressalva dos EUA, cujo presidente Donald Trump insiste na retirada do Acordo por força do seu plano de governo protecionista, apesar do ex-presidente Barack Obama, em seu mandato, havia assinado o Acordo de Paris. #forum #Ásia