Publicidade
Publicidade

Durante anos as empresas usaram os recursos naturais de forma desenfreada diante de uma economia voltada ao consumo excessivo. E foi no começo da década de 1970, que os países industrializados começaram a perceber o impacto negativo das suas tecnologias ao #Meio Ambiente: rios poluídos, florestas sendo destruídas pela chuva ácida, poluições atmosférica nas grandes cidades.

Então foi na década de 70 que as questões relacionadas à preservação da #Natureza começaram a ser discutidas efetivamente, pois com a industrialização acelerada passou a ter um crescimento do uso dos recursos naturais sem limites que começou a se revelar insustentável e iniciou-se a discussão da degradação do meio ambiente como problema global.

Publicidade

A população estava sendo afetada por esses problemas e começou a se organizar em manifestações, que exigiam o controle da poluição, e a proteção da natureza. Movimentos ambientalistas se estabeleceram, pressionando os governantes mundiais sobre as consequências do modelo econômico vigente, no qual era considerado que os padrões de consumo e produção impactavam diretamente o meio ambiente. Assim, estudos sobre os impactos ambientais causados pelo homem ganharam tanta intensidade que chamou a atenção da Organização das Nações Unidas [VIDEO] (#ONU) que tendo em vista esses problemas, achou necessário organizar uma convenção no qual chamasse a atenção dos países para o fato de que era necessário controlar e, principalmente, reduzir a poluição. Foi então que a ONU decidiu inaugurar a primeira grande conferência mundial sobre o meio ambiente que foi o grande marco para a questão ambiental, a chamada Conferência das Nações Unidas Sobre o Ambiente Humano, que se realizou em Estocolmo, na Suécia, em 1972.

Publicidade

A partir disso, foi promovida uma série de outras grandes conferências mundiais pela ONU pautados na discussão sobre o agravamento dos problemas ambientais e com o objetivo de formular políticas públicas sobre o meio ambiente e desenvolvimento, visto que pesquisas científicas apontavam previsões catastróficas para a humanidade e o meio ambiente caso o modelo de crescimento econômico não se alterasse, e também foram criadas nos países instituições voltadas para a questão do meio ambiente.

Antes do tema meio ambiente começar a ser tratado oficialmente pela ONU era dada pouca atenção à preservação ambiental. A partir da década de 70 pode-se dizer que com relação ao meio ambiente o mundo mudou para melhor, pois, novas conferências, novos cursos, palestras, seminários foram criados. E assim passou-se a reconhecer a necessidade da busca por um desenvolvimento econômico mais equilibrado, que respeitasse os recursos naturais do planeta.