Os parlamentares da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-tratos a Animais, irão visitar o Mercado Central de Belo Horizonte para confirmar em que condições estão os #Animais que são vendidos no mercado.

O vice-presidente da comissão, o deputado Laudívio Carvalho, havia requerido esta visita no passado após confirmar o estado dos animais no mercado. A visita foi agora aprovada e terá lugar em outubro próximo.

O deputado confirmou ao website “O Tempo”, que conhece o mercado à muitos anos e se tem vindo a aperceber da forma como os animais são tratados e expostos e se sentia com “a obrigação moral e humanitária de averiguar isso".

Afirmou ainda que não é contra a venda dos animais, mas sim contra a forma como são expostos e tratados, e que durante a sua observação se apercebeu que podem existir maus tratos que devem ser confirmados, nomeadamente se existe o acompanhamento veterinário requerido, se os animais estão devidamente vacinados e de boa saúde e se as condições em que são acomodados são as mais adequadas.

Publicidade
Publicidade

Os responsáveis do Mercado Central ainda não se manifestaram sobre esta situação. Relembramos, que existem há já algum tempo várias denúncias sobre os maus tratos a que os animais são sujeitos no Mercado Central.

De acordo com a mesma fonte, já em janeiro deste ano, foram denunciadas várias situações de irregularidades na forma como os animais estão expostos, nomeadamente, animais doentes expostos sem condições de higiene, peixinhos em copos de plástico, crias amontoadas em pequenas gaiolas e animais de diferentes espécies convivendo nas mesmas gaiolas.

Desde que entrou em vigor no início do ano, a nova resolução do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) que determina as regras gerais de responsabilidade técnica em estabelecimentos comerciais de manutenção, exposição, higiene e venda ou doações de animais, que as denúncias do Mercado Central de Belo Horizonte não pararam.

Publicidade

A maior parte das denúncias está relacionada diretamente com a forma como os animais são condicionados e também com o estado de saúde geral com que são apresentados ao público.