Os habitantes da cidade de Governador Valadares/MG, localizada a 300 km de Bento Rodrigues, estão revoltados! Primeiramente, a lama de resíduos da barragem da Samarco que se rompeu em Mariana/MG atingiu o rio Doce, causando corte de abastecimento de água na cidade de Valadares.

A interrupção na captação foi necessária logo que a água do rio começou a apresentar coloração mais escura. O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) coletou e fez análise da água, concluindo que o nível de contaminação é alto, o que impede o tratamento até que a lama se dilua. A Prefeita Elisa Costa decretou no dia 10 o Estado de Calamidade Pública em função do desabastecimento de água na cidade.

Publicidade
Publicidade

As dificuldades são grandes na região, tanto que a Prefeitura Municipal de Valadares lançou uma campanha de doação de água.

Após protestos de moradores, com queima de pneus na estrada de ferro Vitória a Minas, a Vale prometeu o envio de mais de 200 mil litros de água potável para o município. Porém, para surpresa de todos, a água foi enviada em tanques de combustíveis inflamáveis!

A Prefeitura de Valadares informou que o primeiro lote enviado pela Vale com 280 mil litros de água não servirá para o consumo e não poderá ser distribuído à população, e foi descartado! Segundo a prefeitura, o SAAE fez uma análise da água transportada e constatou alto teor de querosene. Em nota,a prefeitura disse que a própria Vale "admitiu que os quatro primeiros vagões foram enviados por equívoco, e que novos quatro vagões serão enviados."

Enquanto isso, o apelo é por doações de água a população.

Publicidade

O exército fez distribuição em alguns pontos da cidade, mas ainda não é o suficiente para atender a população de mais de 270 mil habitantes, que estão desesperados perante a situação crítica que vivenciam.

Uma moradora da cidade desabafa : "Vim eu, meu marido e todos os meus filhos. Cada um pegou a sua parte e acho que isso não dura nem até o fim do dia de amanhã. Já estamos completamente sem água em casa e não há o que fazer. Ensino meus filhos a economizar e digo que Já estamos completamente sem água em casa e não há o que fazer. Ensino meus filhos a economizar e digo que faltará água." #Crise