O que era pra ser uma festa acabou em tragédia na tarde de domingo 24 , na Praçinha  do Areão, tradicional cartão postal da cidade de Itabira, interior de Minas Gerais. O #Crime foi testemunhado pelos participantes do evento e a gravação já foi postada nas redes sociais.

Grande parte dos frequentadores do “3º Encontro de Dançarinos” era adolescente com idade entre 16 e 20 anos. Informações iniciais dão conta que confusão teria iniciado entre duas moças. Em seguida uma terceira teria entrado confusão e agrediu uma das envolvidas que já estava no chão.  Até o momento não se sabe o que teria iniciado a confusão nem as motivações para o crime.

Publicidade
Publicidade

Mas imagens é possível ver que durante as cenas de selvageria diversas pessoas estavam assistindo a briga sem esboçarem nenhuma tentativa de separar a briga. Entre chutes, puxões de cabelo e socos apareceu uma pessoa e aplicou vários golpes na vítima que caiu agonizando. Uma pessoa ainda não identificada estava filmando e incentivando a briga. Durante a confusão foi possível ouvir alguém gritos de “deixa morrer, deixa morrer”.

Rosiane Maila Gonçalves de Brito, vítima de golpes de canivete foi amparada por colegas até a chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU. Ela recebeu atendimento ainda no local, não resistiu e faleceu no Pronto Socorro Municipal de Itabira. A outra jovem de 19 anos identificada como Jéssica Gonçalves Oliveira também ficou ferida durante a confusão e não corre risco de morte.

Publicidade

Ela seria irmã da vítima.

Mas redes sociais o crime causou espanto das pessoas. O que mais assusta é ver muita gente incentivando a briga e gritando para matar!”! Cadê o amor ao próximo? As pessoas perderam o respeito pela vida. Mais uma prova do fim dos tempos! O amor de muitos esfriaria... muito triste!, desabafou Míriam.

Absurdo, deixaram matar a garota sem fazer nada. Bando de gente sem coração. Ainda gritavam deixa matar deixa matar. Queria ver se fosse com alguém da família deles. Agora fiquem com a dor na consciência. Se é que tem. Que Deus conforte o coração da família de Rosiane” postou Mirella.

No início da noite a Polícia Militar de Minas Gerais já teria identificado três suspeitas de participação no homicídio. Uma pessoa menor de idade já foi presa e primeiro homicídio do ano já está sendo investigado pela Polícia Civil.

Veja o vídeo

#Investigação Criminal #Casos de polícia