Várias prefeituras do interior brasileiro cancelaram os eventos tradicionais de carnaval por causa da crise econômica que afeta o país. Só em Minas Gerais, cerca de 18 cidades tiveram a folia reduzida ou cancelada. Em Caetanópolis (MG) não foi diferente.

A cidade promove há décadas um dos carnavais mais animados da região, atraindo foliões de várias cidades. Neste ano, a população foi surpreendida, na semana anterior, pelo anúncio da prefeitura de que não haveria #Carnaval de rua. Mas, quem disse que não teve festa?

As pessoas mostraram criatividade e capacidade de mobilização. Aproveitando o fato de que a cidade é um celeiro de músicos talentosos, criaram, a toque de caixa, a União do Músicos do Cedro (Cedro é o antigo nome da cidade) e se organizaram no Bloco do Cabeção.

Publicidade
Publicidade

Como não havia recursos suficientes para alugar um palco, o jeito foi acomodar os músicos no coreto da pracinha. Não havia iluminação adequada? Um vizinho emprestou a energia elétrica necessária.

Foram cinco dias de muita animação! Pessoas de todas as idades dançavam ao som das marchinhas. Não faltaram as fantasias bem-humoradas. Muitas relembravam com saudade os antigos bailes de carnaval que eram promovidos no clube da cidade nas décadas de 60, 70 e 80 do século passado.

"A prefeitura paga um dinheirão para bandas de fora, quando temos tantos músicos aqui", disse uma foliã "precisamos valorizar os nossos talentos". E emendou: “as bandas vêm aqui uma vez por ano e levam nosso dinheiro. Já os músicos daqui estão conosco o ano inteiro”.

Outro aspecto destacado pelos presentes foi a segurança do evento.

Publicidade

Com hora certa para começar e para acabar, não se observou episódios de violência. O ambiente tranquilo, sem desrespeito ou exageros de qualquer natureza agradou as famílias. Para a Polícia Militar esse foi o carnaval com menos ocorrências dos últimos anos.

A crise é uma excelente oportunidade para o exercício da criatividade. O sucesso do carnaval de Caetanópolis em 2016 mostrou que o envolvimento e a capacidade de organização da população são tão ou mais importantes do que os recursos financeiros. Tratou-se de uma festa feita pelo povo, para o povo.

E não faltaram pedidos para que a festa se repita no próximo ano. #Entretenimento #Comportamento