Na manhã desta segunda-feira, 23, aconteceu o enterro de Rodrigo Augusto de Pádua, fã atirador que tentou matar a apresentadora Ana Hickmann, da TV Record. Em entrevista ao G1, a mãe de Rodrigo, Wanda Simões, de 75 anos e que sofre com hipertensão, parecia inconsolável. O enterro do homem obcecado pela modelo ocorreu no Cemitério Municipal de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Wanda disse que o que ocorreu com a família dela foi uma fatalidade e desabafou: "o destino foi muito cruel". Ela chorava copiosamente dizendo que mataram o caçula dela, que ela tanto amava. Wanda disse também que seu filho continuará em seu coração. 

A mãe dele foi a única parente a falar durante o velório e o enterro.

Publicidade
Publicidade

Os demais familiares e amigos preferiram não conversar com a imprensa. De acordo com Wanda Simões de Paiva, Rodrigo era um rapaz tranquilo e ligado à família. Aos 30 anos e desempregado, ele acabou nutrindo um falso relacionamento com Ana. Nas redes sociais, Rodrigo criou diversos perfis que eram extintos depois de denúncias. Em entrevista ao 'Domingo Espetacular', a famosa revelou que até então não sabia quem era o rapaz, mas que ao puxar pela memória descobriu que o rapaz havia sido bloqueado alguns dias antes do incidente que ocorreu em Minas Gerais.

A Polícia Civil investigará a morte do fã atirador como legítima defesa. Ele foi morto por Gustavo Corrêa, cunhado de Ana Hickmann. Ele entrou em uma luta corporal com o rapaz, que minutos antes o rendeu nos corredores de um hotel luxuoso de Belo Horizonte.

Publicidade

Em um site de vendas, o fã colocou um rádio e um televisor de 40 polegadas em anúncios. Os dois somados chegavam ao valor de R$ 1900. Ele teria entrado com uma identidade falsa no hotel e utilizado um cartão de crédito do pai durante os dias em que se afastou de casa.

Em entrevista ao 'Brasil Urgente', da TV Bandeirantes, o irmão do fã disse que só descobriu a fascinação de seu parente há poucos dias antes do #Crime. Ele parecia inconsolável e agora também deve ser investigado pela polícia.