Nesta sexta feira (24), um rapaz de 36 anos pediu o carro da sogra emprestado, alegando que iria entregar currículos, mas, na verdade, a intenção era cometer um crime com outros dois amigos. A finalidade do trio era assaltar uma joalheria no Shopping Cidade, que fica o centro da capital mineira. O motorista e um comparsa de 25 anos foram presos e parte das jóias roubadas foram recuperadas.

Como tudo aconteceu

Segundo a ocorrência registrada na Polícia Militar, o ladrão mais jovem abordou um segurança do Shopping, mostrou que estava armado e, anunciando o assalto, pediu que a vítima não fizesse nada. Enquanto isso, outro bandido dirigiu-se à joalheria e pediu à vendedora para ver algumas alianças, aproveitando o momento em que ela voltou com as jóias para rendê-la.

Publicidade
Publicidade

Manteve a vendedora sentada enquanto outra funcionária do estabelecimento era obrigada a pegar peças da vitrine. Os bandidos levaram diversas jóias como anéis, alianças, correntes e pulseiras. 

Logo após, o segurança foi levado para o interior da loja pelo bandido e encaminhado junto com as vendedoras para os fundos do local. Apesar de serem ameaçados de morte, nenhum dos funcionários saiu ferido. 

O segurança conseguiu avisar, pelo rádio, sobre o assalto e um companheiro, que trabalhava em uma das saídas do Shopping, registrou o número da placa do carro usado pelos bandidos para fugir.  

A Polícia foi avisada e, após rastreamento, conseguiram identificar o motorista e um dos bandidos em uma Avenida próxima, na Avenida Amazonas. Um dos ladrões foi reconhecido pelas vítimas, mas um conseguiu fugir, levando parte do material roubado.

Publicidade

O motorista afirmou ter levado os amigos ao Shopping mas não teria entrado. 

Para a assessoria do Shopping, o treinamento e eficiência dos funcionários, assim como a parceria com a Polícia Militar, e o investimento em melhores tecnologias de segurança foram essenciais para ajudar a localizar e identificar os marginais. E confirmou que foi um segurança do estabelecimento que anotou a placa do veículo e avisou os policiais.  #Crime #Casos de polícia