O estúdio Espinelly Tattoo, localizado na Avenida Amazonas, em Belo Horizonte, tomou a iniciativa de ajudar às mulheres que tenham sido vítimas de câncer de mama e aos homens trans que passaram por cirurgia de mastectomia, oferecendo tatuagens gratuitas para cobrir suas cicatrizes e deixar seus corpos ainda mais bonitos.

A tatuadora Renata Espinelly tem como especialidade o estilo neotradicional - inspirado nas tatuagens tradicionais americanas -, mas sua versatilidade chama a atenção e não deixa dúvidas quanto à qualidade do trabalho que será oferecido a quem desejar cobrir as cicatrizes cirúrgicas. 

Um número considerável de estúdios de #Tatuagem tem tomado iniciativas semelhantes, oferecendo a cobertura de cicatrizes de mulheres vítimas do câncer de mama, contudo, Renata é a primeira tatuadora a demonstrar solidariedade também para com a situação de homens trans que, por vezes, acabam tendo cicatrizes grandes por conta da cirurgia de mastectomia, as quais não são fáceis de se disfarçar.

Publicidade
Publicidade

Renata oferece as coberturas desde outubro do ano passado e conta que, até o momento, teve bastante procura, principalmente por parte dos homens trans, mas alguns ainda não chegaram a passar pela mastectomia ou ainda estão em período de cicatrização do procedimento, sendo assim, acabam formando uma lista de espera. Segundo a tatuadora, uma situação marcante foi ter se tornado uma das melhores amigas de um dos rapazes que tatuou, além de afirmar que todas as histórias de câncer de mama acabam a tocando de alguma forma.

Vale a pena lembrar, aos interessados, que não é possível fazer uma tatuagem logo após passar pela cirurgia, pois é necessário esperar que o tecido esteja completamente cicatrizado - o processo varia de pessoa para pessoa, então o ideal é questionar ao médico que acompanha o pós-operatório o tempo de espera indicado por ele, o qual pode ir de 6 meses a 1 ano.

Publicidade

Na verdade, quanto mais tempo o indivíduo estiver disposto a aguardar, melhor, para que a aparência da cicatriz adquira um formato definido e a cobertura com a tatuagem possa ser feita com o desenho adequado, que será desenvolvido pela tatuadora.

Quanto à dor, é bom também alertar que a região em que está a cicatriz costuma ficar mais sensível, por se tratar de uma camada de pele mais fina. A aplicação de anestesia injetável é proibida por lei, mas pode ser usado um anestésico tópico (pomada) para aliviar a dor.