Uma mulher de 30 anos estava na Catedral São José durante uma #missa que acontecia na última sexta-feira, dia 7, quando o ex-marido invadiu a igreja, #esfaqueou a vítima.

O crime

Simone Marca estava na missa de sétimo dia de falecimento na companhia de seu namorado, quando o seu #ex-amante invadiu a igreja, localizada em Ituiutaba, em Minas Gerais, e usou uma faca em punho para esfaquear por mais de seis vezes a mulher. Tudo isso na frente de todos os presentes.

O criminoso, Marcos Ferreira, é dono de um jornal da cidade e por isto já era conhecido da imprensa e dos policiais. Após cometer o crime, o empresário enviou à delegada Roberta Borges um áudio via WhatsApp confessando o crime.

Publicidade
Publicidade

A delegada contou que Marcos invadiu a missa, esfaqueou a ex-amante e fugiu em um carro que estava na frente da igreja. Foi durante a fuga que ele enviou o áudio confessando o crime e dizendo que se entregaria, mas iria esperar passar o tempo de flagrante. Desde então, a polícia está em busca de Marcos, mas ele ainda não foi localizado. 

Roberta ainda esclareceu que Marcos é casado, mas teve um caso com Simone por mais de 12 meses e não se conformava com o fim do relacionamento. Foi ela quem rompeu o caso alegando que o amante era agressivo e a perseguia. Marcos já foi preso duas vezes por violência doméstica e tinha sido solto esta semana. A esposa sabia de toda essa situação.

A delegada afirmou que o suspeito agiu friamente, esfaqueando primeiramente a mulher nas costas e depois desferindo golpes na parte da frente do corpo da vítima.

Publicidade

Ele ainda fez um corte profundo na mulher, indo desde o pescoço até o abdômen. 

"Mesmo trabalhando na área de homicídios, nunca vi algo tão assustador", contou a delegada.

Mais de 80 pessoas testemunharam sobre o ato, confirmando que Marcos foi realmente o autor do crime.

Imediatamente, Simone foi socorrida pelos Bombeiros, acionados pelos presentes na missa. Porém, a vítima não resistiu e faleceu antes mesmo de chegar ao hospital,, falecendo ainda na ambulância enquanto recebia os primeiros socorros.