Em Minas, as polêmicas envolvendo prefeitos eleitos não param. Na terça-feira (24), o #TRE-MG marcou novas #Eleições para o dia 12 de março em três cidades mineiras, são elas: Ervália (Zona da Mata), São Bento do Abade (Sul de Minas) e Alvorada de Minas (Região Central).

Na cidade de Ervália, o candidato eleito, Edson Rezende (DEM), teve o registro indeferido e impugnado por ter contas públicas rejeitadas. Em São Bento do Abade, a candidata eleita, Janete Rezende Silva (PRB) também foi impedida pelo mesmo motivo.

Já na cidade de Alvorada de Minas, o candidato eleito, Danilo Cléssio Ferreira (SD), teve o registro indeferido por não ter se afastado do cargo de secretário municipal da cidade. O entendimento da #Justiça Eleitoral foi de que ele cometeu atos como servidor público no período vedado.

Com a demora dos processos de julgamentos dos casos relacionados às campanhas do ano passado, pode haver um número maior de pessoas nas quais terão de voltar às urnas. Mais 16 cidades mineiras estão na mira do TRE-MG por causa de registros indeferidos. O tribunal possui 10 ações para julgar relacionadas a cassação de candidaturas por irregularidades ocorridas em campanhas. Caso se comprove essas irregularidades, acontecerão novas eleições para essas 16 cidades também.

Regulamentos

Conforme informações do TRE-MG, a partir do dia 1º de fevereiro os órgãos partidários poderão se reunir em convenções para escolher os candidatos. Tudo feito, o candidato que for registrado, caso ocupe cargo que possa gerar inelegibilidade, deverá se afastar no prazo de 24 horas

Na data provável do dia 10 de fevereiro, no horário de 19h, será encerrado o prazo para entrega dos pedidos de registros dos candidatos à Justiça Eleitoral.

A eleição que acontecerá nas três cidades (Ervália, São Bento do Abade e Alvorada de Minas) está prevista para acontecer no dia 12 de março, no horário de 8h às 17h e com as mesmas mesas receptoras de voto utilizadas na eleição anterior. A previsão é que os eleitos sejam diplomados até o dia 31 de março.