O evento que quase se transformou numa tragédia ocorreu no sul de Minas Gerais, no município de Machado.

Janaina da Silva, de 26 anos, foi socorrida pelo Samu e levou mais de 20 pontos no corpo e na cabeça. A família da vítima afirma que o Pit Bull estava com a família desde quando filhote e era um animal tranquilo e dócil. Apenas mostrava-se agressivo na presença de estranhos e foi a primeira vez que reagiu de forma negativa a pessoas de casa.

A jovem afirma que antes da selfie, ela estava brincando com o cachorro e após tirar uma foto ao lado dele, levantou-se e virou de costas. Assim que virou, o cachorro mordeu o seu braço arrastando-a para chão e, em desespero, a jovem começou a gritar histericamente por socorro. Assim que seu pai chegou, tentou separar o cachorro por várias vezes, mas não obteve sucesso. Desesperado, o pai pegou um pedaço de concreto e errou ao tentar acertar o cachorro, acertando a filha.

Janaina disse que o pai "errou a mira, me acertou e eu desmaiei". Mesmo após a jovem ter desmaiado, o animal continuou a ataca-la, sendo parado por pauladas até que desmaiasse e soltasse a jovem. A família optou por continuar com o cachorro mesmo depois do ocorrido, apenas decidiram redobrar a atenção e os cuidados com o animal para que não haja mais problemas futuramente.

Pit Bull, originalmente criado para a caça e para o combate

O #Pit bull é uma raça de origem norte-americana que foi criada originalmente para caça e para o combate. Estudiosos citam a possibilidade de ao terem chegado aos Estados Unidos no século 19, tenham sido cruzados com o antigo buldogue espanhol, que por sua vez também é uma raça de cães que pode ser considerada agressiva e instável.

Apesar desses cães poderem ser considerados bem comuns no Brasil, vale ressaltar a importância dos cuidados que devem ser tomados para evitar desastres e tragédias com esses animais. Por serem animais instáveis, é bem difícil encontrar um "ponto de erro" com relação ao tratamento que deve ser dado a eles. Uma prova disso é o caso da Janaina da Silva, que dizia ter uma relação saudável com o cachorro e mesmo assim, quase ocorreu uma tragédia. #jovem é atacada