Um site brasileiro está causando indignação e insegurança para os cidadãos. A página que leva o nome de "Nomes Brasil" tem um funcionamento igual o de sites de busca. Basta apenas escrever um nome e verificar se o CPF está disponível ou não. Informações indicam que os dados foram obtidos através de um vazamento na Receita Federal. A recomendação é que uma denúncia seja feita para a Polícia Federal.

A página na #Internet, que teve o servidor localizado nos Estados Unidos, tem apenas a restrição de que os internautas podem fazer pesquisas limitadas. A descrição da página indica que os dados pessoais foram conseguidos através da própria internet e de maneira livre. Mas, especialistas indicam que CPF é um dado sigiloso e restrito apenas à Receita Federal. Apesar de teoricamente ser fácil acessar o número do CPF, a divulgação do dado é ilegal.

Além disso, a página também está disponibilizando o número de quantas vezes um determinado nome foi visitado e até a data e o horário em que acessaram os dados de determinada pessoa. No site há um formulário para entrar em contato com os responsáveis da página.

Receita Federal Nega

Após o escândalo da página, a Receita Federal publicou uma nota respondendo sobre um possível vazamento na repartição. No documento, o órgão disse que não aconteceu nenhum tipo de vazamento. Além disso, a instituição pública informou que não é a responsável por tomar qualquer tipo de medida sobre o site.

Perigos da Divulgação

Com o CPF, qualquer pessoa pode conseguir outros dados pessoais, como endereço, nome completo, número de telefone e outras informações, podendo até fraudar comprovante de residência. Com os dados, o criminoso pode fazer compras no nome de outra pessoa e até praticar outros tipos de fraudes.

Como Denunciar

Com o Marco Civil da Internet, a população brasileiro tem fundamentos legais para poder denunciar ações ilegais na rede. No Brasil, a Polícia Federal tem uma repartição especializada para crimes virtuais, para fazer uma denúncia, você pode enviar um e-mail para o crime.internet@dpf.gov.br.

#Crime