Na última segunda-feira (20), uma tempestade causou um tornado destruindo vários bairros no oeste de Santa Catarina, região sul do Brasil. Segundo  o engenheiro agrônomo do Climaterra, Ronaldo Coutinho, a velocidade dos ventos do tornado chegaram a 200 km/h.

Com isso, paredes e telhados de várias casas foram arrancados com a força do vento. Até uma estrutura de metal do Ginásio de Esportes Ivo Sguissardi foi levada pelo tornado por mais ou menos a 100 metro, atingindo uma casa, que ficou totalmente destruída. Ainda no Ginásio, haviam crianças em atividades esportivas. Com o susto da ventania, todas fugiram quando o local começou a desmoronar.

Publicidade
Publicidade

Muitos carros que estavam no caminho do tornado também foram destruídos.

Em uma das igrejas antigas de Xanxerê, cidade atingida de Santa Catarina, não restou nem o telhado. Árvores foram arrancadas, além de postes de iluminação derrubados, quebrando assim os fios de eletricidade, deixando a cidade e a vizinhança as escuras. O sistema de telefonia também ficou prejudicada, tornando a região incomunicável.

Até o momento de hoje, mais de mil pessoas ficaram desabrigadas, deixando mais de 120 feridos, além de um casal morto que estava ajudando a salvar os filhos do desastre. Alguns feridos foram levados para o Hospital São Paulo e outros foram para cidades mais próximas.

Nessa terça-feira (21), a Presidente #Dilma Rousseff conversou por telefone com o Governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, dando total assistência aos desabrigados de Xanxerê.

Publicidade

O ministro de Integração Nacional, Gilberto Occhi, já está no Estado para que nessa quarta-feira (22) possa visitar as áreas atingidas.

Até o Exército Brasileiro está fazendo a sua parte enviando aproximadamente 100 homens para ajudar na limpeza e remoção dos escombros..

Foi decidido pelo ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, que as pessoas atingidas pelo o tornado poderão retirar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) já a partir dessa quarta-feira. Um levantamento geral será realizado para saber sobre os estragos para definir mais providências por parte do #Governo. #Natureza