A UEFA, principal órgão do #Futebol europeu, pressiona a FIFA para adiar pelos próximos seis meses a eleição presidenciável, prevista para ser realizada nesta sexta-feira, 29. O suíço Joseph Blatter concorre ao seu quinto mandato, que começou em 1998, quando substituiu o brasileiro João Havelange, que ficou 24 anos como presidente. A maior parte dos representantes europeus, como os ingleses e os franceses, apoiam o candidato Alin Bin Al Hussein, príncipe jordaniano.

No entanto, mesmo sob forte pressão, a FIFA mantém a posição e afirma que a eleição está confirmada para amanhã. O atual presidente da UEFA, o francês Michel Platini, um dos maiores jogadores de todos os tempos, chegou a sugerir que Joseph Blatter devesse entregar o cargo imediatamente, tamanha a vergonha devido às prisões e as constantes acusações de corrupção.

Publicidade
Publicidade

Blatter cancelou a participação em um evento na manhã desta quinta-feira, 28, onde iria palestrar, para evitar os questionamentos da imprensa sobre as investigações. #Corrupção