O  banco HSBC é uma instituição financeira que possui grande credibilidade em todo o mundo. Com 150 anos de história, criada em 1865, a rede bancária está presente em diversos países e continentes. Em 2015, o HSBC informa com orgulho a atual presença em aproximadamente 70 países, com mais de 6000 escritórios reapresentando a instituição. No Brasil, o banco HSBC possui cerca de 900 agências distribuídas em mais de 500 cidades. 


O sucesso do HSBC no Brasil é uma prova de que embora manter uma conta corrente neste banco seja algo relativamente caro, a excelente prestação de serviços torna a instituição financeira uma das melhores presentes no país. Entretanto, para os brasileiros há uma grave notícia: o HSBC vai encerrar suas operações no Brasil. Quem é cliente está apreensivo com a decisão, pois o futuro do banco ainda é incerto. Além disso, parte dos funcionários já devem se preparar financeiramente e psicologicamente para perderem o emprego.

Há aproximadamente um mês, o Blasting News, por meio de fontes de alta credibilidade, foi um dos primeiros sites de notícias a divulgar essa informação. Algumas pessoas discordaram, elas pensaram que eram especulações. Todavia, as informações são reais. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, o HSBC vai encerrar suas operações financeiras no Brasil e Turquia, além de demitir 25 mil funcionários entre os 2 países. 

A decisão da empresa é compreensível, pois a intenção da companhia é reduzir os gastos em 5 bilhões de dólares. Vale ressaltar que as grandes empresas que utilizam do serviço do banco podem ficar tranquilas, pois no primeiro momento, apenas as operações de contas de pessoas físicas devem sofrer o impacto dessa decisão.

Dentre os principais motivos que podem  explicar essa ação do HSBC é possível citar o prejuízo de mais de 500 millhões de reais que o banco sofreu em 2014, a dificuldade de venda da Losango e a grande concorrência do Santander que cresceu muito após comprar o Banco Real.

O Blasting News entrou em contato com a assessoria de imprensa do HSBC para obter o posicionamento oficial da empresa. A resposta foi em nota: "O HSBC Holdings confirmou esta manhã no seu Investor Day, em Londres, que pretende vender a sua operação no País, mas planeja manter presença no Brasil para atender aos clientes corporativos de grande porte em suas necessidades internacionais. 


O HSBC Brasil está em um processo de venda e não de encerramento de suas operações no País. O banco segue operando normalmente e, mesmo após a venda, seguirá prestando serviços aos seus clientes.   

O HSBC está empenhado em garantir a continuidade do negócio e uma transição suave e coordenada para um potencial comprador. HSBC Brasil é parte da HSBC Holdings, uma das maiores instituições financeiras mundiais, com 2,6 trilhões de dólares em ativos e mais de 51 milhões de clientes em 73 países."

O Blasting News entrou em contato com advogados especializados em Direito Trabalhista Bancário para saber mais sobre o assuntos que correspondem aos direitos dos funcionários e clientes. O escritório RQL Advogados Associados informou que está à disposição para sanar as dúvidas dos funcionários que temem a demissão, bem como profissionais de demais bancos. Entretanto, como a notícia é recente, ainda é necessário analisar qual será o real posicionamento do HSBC ao colocar em prática a decisão.

Portanto, a notícia da Folha de São Paulo, com as observações da assessoria de imprensa do HSBC deixam os clientes e funcionários apreensivos quanto ao futuro.  #Negócios #Desemprego #Crise econômica