Um dado alarmante foi divulgado no início deste ano. De acordo com o relatório apresentado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), 326 homossexuais, dentre gays, lésbicas e travestis, foram assassinados no Brasil somente no ano de 2014. Ainda segundo o relatório, a cada 27 horas um assassinato contra homossexuais foi realizado no país durante todo o ano passado. O número representa um aumento de quase 5% em comparação aos dados coletados pela mesma pesquisa em 2013. Os dados mantém o Brasil como o país onde mais se comete assassinato de LGBT em todo o mundo.

Para se ter uma noção ainda maior do absurdo, de acordo com agências internacionais, metade dos assassinatos contra gays registrados em todo o planeta em 2014 foram realizados somente no Brasil.

Publicidade
Publicidade

A pesquisa divulgada pelo GGB denunciou também o estado de São Paulo como o principal em números absolutos destes assassinatos, seguido de perto por Minas Gerais, Paraíba e Piauí. Para a maioria dos diversos setores do movimento gay, a tendência é que ocorra o aumento dos números para o próximo relatório, no caso, de 2015, sobretudo, devido à falta de ações efetivas dos governantes, que até o momento não criminalizaram a homofobia. #Crime #Violência