Com a disputa cada vez mais acirrada por uma vaga de emprego, o melhor caminho para candidatos que desejam se destacar perante às empresas é apostar na qualificação profissional. Apesar de existir um visível crescimento na procura de cursos técnicos, muitos brasileiros ainda preferem - e sonham - entrar na #universidade.

Infelizmente, a trajetória não é tão simples assim para uma grande parcela dos candidatos. Muitos não conseguem arcar com o pagamento das mensalidades, recorrendo assim à programas de bolsas de estudo e descontos. Para quem não conseguiu aproveitar os benefícios do PROUNI (Programa Universidade Para Todos) e do Fies (Financiamento Estudantil), ambos controlados pelo Governo Federal, o Programa Educa Mais Brasil é uma alternativa.

Publicidade
Publicidade

Ao contrário dos programas do Governo, o Educa Mais Brasil é direcionado não somente ao Ensino Superior, mas também para cursos do Ensino Fundamental, Médio, Técnico, de Idiomas e Profissionalizantes. Em todas as modalidades, cujo número de bolsas chega a 150 mil, os descontos chegam aos 70% nos cursos presenciais e 45% nos EAD (Ensino a Distância). As vagas são para universidades de todo o país.

De acordo com Andréa Torres, Gerente de Expansão do Educa Mais Brasil, o intuito do programa é auxiliar aqueles que não possuem condições de pagar as mensalidades integrais e que, em um primeiro momento, não conseguiram usufruir dos benefícios propostos pelos programas federais.

Para ter acesso ao benefício, os interessados devem preencher a ficha de inscrição no portal Educa Mais Brasil.

Publicidade

Além dos dados pessoais e das instituições e cursos de interesse, o candidato deverá informar a renda mensal da família. Vale lembrar que somente quem não possui condições comprovadas de arcar com o custo integral das mensalidades terão acesso aos descontos.

A elegibilidade de cada candidato será analisada por uma comissão especial: além de definir a necessidade do benefício ao aluno, a comissão avaliadora também definirá o percentual de desconto ideal para cada interessado.

  • No caso dos cursos de graduação, o pré-requisito principal é estar há, pelo menos seis meses sem frequentar a universidade.

Diferente do que ocorre nos demais programas, não é exigida a participação no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio). Entretanto, os alunos que informarem suas notas no ato da inscrições terão vantagem em casos de desempate! #Educação #Dicas

As inscrições para o Educa Mais Brasil podem ser realizadas durante todo ano. Porém, se você pretende usufruir dos descontos ainda no ano de 2015, é preciso ficar atento: as inscrições deverão ser submetidas até o dia 30 de setembro.