Mais uma importante entidade no país se manifesta contrária à proposta de redução da maioridade penal no Brasil. Dessa vez, foi a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), considerada a maior entidade brasileira de especialidades médicas, que se manifestou publicamente.

A SBP, que conta com 22 mil pediatras em todo o território nacional, defende a ideia de que os políticos devem apresentar medidas mais eficientes para solucionar o problema da criminalidade no país, e que o cuidado à criança e ao adolescente deve ser preservado por direito.

Um documento oficial deve ser divulgado pela entidade nos próximos dias. Com o posicionamento declaradamente contrário a redução, de uma das mais importantes sociedades médicas do país, aumenta, ainda mais, a pressão em torno do impedimento da aprovação da mudança na lei, alimentando também as discussões, que já andam bem acirradas.

Publicidade
Publicidade

Os médicos vinculados à SBP afirmaram ainda serem a favor do atual Estatuto, considerando os métodos punitivos vigentes como eficazes. #Manifestação