Conhece o Festival Folclórico de Parintins? Esta é uma festa popular que acontece no final de junho na cidade de Parintins, no interior do Amazonas. Apresentada em um espaço chamado de bumbódromo, é a disputa de dois bois, o Garantido, de cor vermelha, e o Caprichoso, de cor azul.

Cada boi faz sua apresentação entoada por uma música própria e original e os shows ocorrem durante três dias. Os grupos exploram as temáticas regionais como as lendas, rituais indígenas e costumes ribeirinhos, através de alegorias e encenações.

A origem do festival vem de 1965, criado por um grupo de amigos ligados à Juventude Alegre Católica (JACA).

Publicidade
Publicidade

Com o tempo, o evento começou a chamar a atenção da mídia e se tornou aos poucos uma grande atração turística, não somente para a cidade, mas também para o estado do Amazonas.

Frequentemente, o show atrai visitantes de todo o país, assim como estrangeiros encantados com a cultura amazônica.

Esta festa é cheia de simbologias e significados, como por exemplo, a música que acompanha todo o evento e que é chamada de toada e que é acompanhada de 400 ritmistas.

Os dois grupos de boi se apresentam com danças e músicas por aproximadamente duas horas e meia com ordem de entrada alternada a cada dia. As apresentações têm em comum o fato de abordarem a lenda do pai Francisco e Mãe Catirina, que revivem um boi morto com a ajuda de um pajé.

Segunda a história, o casal de escravos vivia em uma grande fazenda.

Publicidade

Grávida, Catirina tinha desejo de comer a língua de um boi, que pertencia a seu patrão. Angustiado e dividido entre atender a mulher e obedecer seu senhor, Francisco mata o bicho, cozinha sua carne e oferece à esposa. Ao ser questionado sobre o sumiço do animal, o escravo afirma que este teria fugido.

Então, outro integrante da fazenda denunciou a morte. Preocupado com a reação do dono da fazenda, Francisco e Catirina fugiram da cidade. Mas, ao saber que o patrão tentava reviver o boi, estes voltaram para o local. No final, o animal acaba sendo revivido pelo filho do casal, que é perdoado por ter matado o bovino.

Neste ano, estival Folclórico de Parintins acontece nos dias 26, 27 e 28 de junho. #Turismo #Dicas #Curiosidades