A Virada Cultural paulistana deste ano reservou diversas atrações para todos os públicos, englobando todos os estilos em um evento programando para aproximadamente 4 milhões de pessoas. Para evitar conflitos e problemas com a segurança, foram disponibilizados mais de 5.000 homens, tanto da Polícia Militar, quanto da Guarda Civil para garantir a segurança do público. 

A desconfiança é aceitável: ano passado, 7 pessoas foram baleadas e quase 130 detidos. A edição de 2013 foi ainda pior: duas mortes. Para garantir que este ano isso não se repetisse, a segurança foi reforçada, e até a madrugada de domingo (21/06), 78 suspeitos haviam sido detidos.

Publicidade
Publicidade

Alguns casos de furtos e roubos foram registrados, e a Secretaria de Segurança Pública ficou de divulgar o balanço final das ocorrências, que em maior número referiam-se a furto, arrastões e tráfico de drogas. Em sua grande maioria, roubos de celulares e porte de drogas como maconha. 

Apesar de casos de violência registrados no evento, o público em sua maioria elogiou o transporte, alimentação e acesso aos espetáculos. Espera-se que essa redução no número de criminalidade registrado esse ano seja uma constante, e que esse decréscimo volte a se repetir a cada Virada. 

 O evento

A Virada Cultural contou com participações de artistas renomados como Daniela Mercury, Tiago Abravenel, Bello, Dr. Sin e Krisium. Dentre os estilos diversos e miscigenados que a cidade recebeu, ainda pode-se conferir os shows do Monobloco e fechamento de Caetano Veloso.

Publicidade

A maratona ainda contou com vídeos, espetáculos, apresentações independentes e muita interação com o público. A Viradinha Cultural, programação especial para crianças, fez sucesso entre os pequenos, com apresentações os grupos Beatles para Crianças, Cantos da Terra e outros.

O evento acontece desde 2005, e tem a proposta de oferecer atrações culturais durante 24 horas seguidas na cidade de São Paulo, com apoio de parceiros como o SESC, Organizações Não Governamentais, a Prefeitura Municipal e o #Governo do Estado. #Entretenimento #Música