Infelizmente o inimigo estava mais uma vez dentro de casa. Aquele que deveria cuidar e zelar pela segurança da filha era seu pior algoz. Conforme noticiou o site R7, a menina de 10 anos, vinha sendo molestada pelo pai já há algum tempo.

Entenda o caso

Uma menina de apenas 10 anos, relatou para a polícia do DF, em detalhes que chocaram até os investigadores mais experientes, como seu pai de 33 anos, a molestava nos últimos 03 anos. Embora ainda muito nova e aparentando muita timidez e constrangimento, ela conseguiu contar para os psicólogos da polícia como os abusos aconteciam, com que frequência era molestada e falar sobre as ameaças que ela sofria do pai.

Publicidade
Publicidade

A criança afirma que sempre que sua mãe se ausentava, seu pai a molestava e depois dos atos libidinosos, vinham as ameças. O pai sempre dizia que se ela revelasse o que acontecia entre eles para alguém, ele iria matar sua mãe, sua irmã e a ela também.

A menina conta ainda que quando se recusava a praticar os atos libidinosos, era agredida e ameaçada de morte. Um detalhe do depoimento da criança deixou todos os policiais alarmados, ela contou que o pai a obrigava a assistir filmes adultos para depois refazerem as cenas assistidas. A menina disse que nunca falou nada com a mãe, pois tinha medo de morrer.

Descoberta dos abusos

Os abusos frequentes do pai só foram descobertos, por que o homem tentou molestar a menina enquanto a mãe dormia. A mãe notou um movimento estranho, desconfiou que havia algo de errado e ao chegar no quarto da filha pegou o marido em flagrante.

Publicidade

Ao ser questionado pela esposa sobre o que ele estava fazendo no quarto da filha, o homem a ameaçou e disse que se ela levasse a história a diante que todos iriam morrer. Após a discussão a mãe conversou com a filha que relatou os abusos frequentes do pai por pelo menos 03 anos.

O delegado responsável pelo caso Wisllei Salomão, afirma que o pai não demonstra nenhum tipo de arrependimento. Que ele além de ser acusado de estupro de vulnerável, vai ser acusado de coação de mãe e filha.

O casal tem outra filha com apenas 05 anos, segundo a polícia a menina mais velha disse que algumas vezes a irmã presenciou os abusos, porém seu pai nunca molestou a filha mais nova. #Justiça #Crime