O governo brasileiro comemorou o anúncio da reabertura das embaixadas entre Cuba e Estados Unidos. De acordo com o Itamaraty, essa reaproximação será benéfica para todo o continente americano. O Brasil, que sempre se manteve em diálogo com ambos os países, durante os anos em que estes romperam as relações políticas e econômicas, é um dos países que mais podem se beneficiar com esta retomada de contatos, sobretudo, nas relações comerciais.

Em sua última visita aos EUA, a presidente brasileira Dilma Rousseff elogiou por diversas vezes em seus diálogos a atitude dos dois países considerados aliados. Ela afirmou que essa é uma excelente medida para começar a acabar com o isolamento dos EUA perante os demais países da América Latina e Caribe.

Publicidade
Publicidade

Durante o pronunciamento oficial sobre a abertura das embaixadas em Havana e Washington, Obama citou a fala da presidente Dilma ao abordar o apoio que líderes de países latino-americanos estão dando a decisão histórica da retomada de comunicação da Casa Branca com os cubanos. #Negócios