Com um crescimento estimado em 4,5% ao ano, as viagens internacionais seguem em franca expansão e obrigam os países emergentes a qualificaram serviços básicos, como infraestrutura, transporte e hotelaria. Segundo dados obtidos por meio de uma pesquisa da Organização Mundial do #Turismo (OMT), 332 milhões de turistas viajaram pelo mundo no período compreendido entre janeiro e abril de 2015.

Ainda segundo informa a entidade, aproximadamente 500 milhões de viagens são esperadas até o final de agosto. A descentralização dos destinos desejados pelos viajantes surge como elemento fundamental para a impulsão do setor de turismo pelo mundo.

Publicidade
Publicidade

Reduzida em tempos anteriores, a saída de turistas dos Estados Unidos para outros países do mundo cresceu no primeiro semestre. Até abril, 20 milhões de pessoas saíram dos EUA para outras localidades.

Com parte dos holofotes mundiais voltados a si nos últimos anos, com a vinda da Copa do Mundo e a posterior recepção das Olimpíadas, o Brasil tenta se preparar da melhor forma para seguir incrementando seus indicadores de turismo. Durante a Copa de 2014, cerca de 1 milhão de turistas estrangeiros estiveram prestigiando o evento em território brasileiro. Para as Olimpíadas no Rio de Janeiro, daqui a um ano, a expectativa é de que os números sejam igualmente fartos.

Assim que o balanço com as estatísticas relativas ao turismo no mundo foi divulgado na primeira metade de julho, a própria OMT fez questão de ressaltar a importância do setor para a economia dos países que se preparam adequadamente para receber estrangeiros.

Publicidade

Taleb Rifai, secretário-geral da organização, entende que turismo e economia andam lado a lado.

“Especialmente para os governos nacionais, devemos sempre fazer essa espécie de lembrete de que o turismo pode muito bem ser parte de uma eventual solução para impulsionar o desenvolvimento sócio-econômico e a geração de emprego”, salientou Rifai.

Modernização no setor hoteleiro  

Em sintonia com a expansão tecnológica que avança por todos os segmentos, bem como uma melhor colocação do Brasil no cenário mundial em razão dos recentes eventos que recebe, o setor hoteleiro do país busca se modernizar no sentido de otimizar o relacionamento com os clientes. Profissionais qualificados, promoções e ferramentas onlines são algumas das soluções criadas.

Gigante no ramo hoteleiro, com mais de 50 anos de atuação no mercado brasileiro e internacional, a Rede Bourbon Hotéis e Resorts apostou na criação de um site corporativo para agilizar o sistema de reservas e tornar mais ágil o pagamento de estadias.

Publicidade

No ar desde o final de 2014, o portal da empresa apresentou ótimos resultados em um curto espaço de tempo: somente no primeiro mês, as reservas online cresceram 120%, superando, inclusive, as expectativas da direção da empresa.

Com versões para tablets e smartphones, o portal apresenta um formato interativo e moderno, introduzindo funcionalidades inovadoras e tornando mais ágil reservas e pagamento de estadias. Adriana Cardoso, diretora de marketing da Rede Bourbon, ressaltou a praticidade do novo sistema: “No novo site, o cliente acompanha o status da reserva até o momento do check-in e paga com cartão de crédito, tudo online”.

Assim como o Bourbon, inúmeras outras redes de hoteis espalhadas pelo Brasil qualificam o seu formato de atendimento para bem receber e causar boa impressão nos turistas que desejam conhecer o país – e, ao mesmo tempo, se atualizam conforme as conexões de um mundo cada vez mais interligado entre si. #Negócios #Rio2016