Uma bomba caiu sobre a afiliada do canal do bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, a TV Record, no Mato Grosso, Centro-Oeste do Brasil. Isso porque um dos apresentadores do canal, o jornalista Adeilson Corrêa foi levado por policiais na noite desta quinta-feira, 20. O profissional da mídia está sendo acusado por alterar provas de um #Crime bárbaro, mas especificamente um assassinato. A morte ocorreu em uma cidade de São José do Rio Claro, localizada no interior do Mato Grosso. De acordo com informações da polícia de Mato Grosso e que foram publicadas no site Natelinha nesta sexta-feira, 21, a prisão ocorreu porque Adeilson está sendo acusado de ter alterado provas.

Publicidade
Publicidade

Segundo a apuração da polícia, ele teria tentado colocar a culpa do crime de assassinato em pessoas inocentes, que nada tinham a ver com a história. O crime que está gerando grande polêmica é a morte de João Teixeira. Ele era um fazendeiro muito famoso e rico da região. João Teixeira era conhecido como "João do Araguaia". Além de ter grande poder no Mato Grosso, João Teixeira era um dos nomes mais influentes da agropecuária no Brasil. 

O jornalista é conhecido na região por apresentar telejornais policiais. O assassinato de "João do Araguaia" ocorreu em junho do ano passado. O crime aconteceu na porta de sua fazenda. A abordagem e o assassinato teriam sido cometidos por dos homens. Segundo informações obtidas pelo Natelinha, duas pessoas chegaram a ser presas, sendo incriminadas pelo feito.

Publicidade

Após o cárcere dos suspeitos, os homens citaram outro fazendeiro da região, que seria rival da vítima, Ordilei Slosvinki, de ter sido o responsável por ordenar o crime. Esse empresário chegou a ser preso. O problema é que nesse meio tempo, o apresentador da Record, a pedido da mulher do suposto mandante do crime, teria tentado encobrir provas, para assim torná-lo inocente. As conversas foram obtidas pela polícia e ocorreram através de um aplicativo de telefone celular. Além de apresentador, Adeilson já foi vereador de São José do Rio Claro.