Uma ação bastante polêmica vem gerando discussão na sociedade brasileira. Trata-se de uma regra da ANVISA (Agência de Vigilância Sanitária) que impede gays de doarem sangue no Brasil. O órgão, vinculado ao Ministério da Saúde, segue os mesmos preceitos das diretrizes em vigor nos Estados Unidos.

De acordo com a ANVISA, são impedidos de doarem sangue homens que mantenham relações sexuais com outros homens dentro de um período de 12 meses. Ainda de acordo com a Agência, as regras são reavaliadas periodicamente, mas a intenção ainda é a de manter a proibição, pois, segundo o Ministério da Saúde, a ação está baseada em evidências científicas.

Publicidade
Publicidade

“Mesmo sangue, mesmo direito”

Uma ação foi criada para acabar com a proibição da ANVISA. A campanha: "Mesmo sangue, mesmo direito" foi criada em 2010 pelo jornalista goiano Welton Trindade e condena o impedimento, considerado como discriminatório. Em entrevista dada para o site de notícias BBC Brasil, Trindade afirmou que se trata de uma proibição “risível e ilógica”. #Blasting News Brasil