Ao conseguir uma liberação parcial de recursos na #Justiça após bloqueio por suspeita de pirâmide financeira, a empresa BBOM volta ao mercado de Marketing Multinível oferecendo uma variedade de produtos e planos de recompensas que premiará com carros e relógios de luxo, computadores e valores em dinheiro.

Para entrar no projeto proposto pela empresa, o interessado deve pagar R$ 50,00 por uma taxa de cadastro e optar por três formas de investimento: as Microfranquias 1, 2 e 3 que custam R$ 600,00, R$ 1.800,00 e R$ 3.000,00. Todos os formatos geram pontos que são computados no sistema online da empresa. 

Todos os planos apresentados geram alguma forma de remuneração, seja por pontos ou por comissões no recrutamento de outras pessoas para comprarem produtos.

Publicidade
Publicidade

Fazem parte do portfólio ofertado kits de café, máquina de ozônio para água, produtos de beleza e também rastreadores. Apesar de exibir imagens, a empresa não divulgou os custos unitários e nem as quantidades mínimas que a pessoa recebe ao comprar uma microfranquia.

O novo plano de incentivo de marketing multínivel e recompensas é obtido por meio do Lucros de Venda Direta, Receita Compartilhada, Bônus de Indicação Compartilhada, Bônus BBOM+, Incentivo Construtor, Plano de Compensação, Bônus Equipe, Binário e Recompensa Unilevel de Revenda. 

Ela manteve também seu plano de qualificação de lideranças, que agora são classificados por Executivo, Executivo Master, Barão, Comendador, Diplomata, Consul, Embaixador, Chanceler e Primeiro Ministro. Para atingir estas categorias, a pessoa deve alcançar entre 10.000 até 10.000.000 para se tornar um dos status acima.

Publicidade

Todos os níveis são premiados com dinheiro, relógios, computadores e carros de luxo como Mercedes, Range Rover e BMX X6.

Eventos de premiação

Estratégia de Marketing adotada quando foi lançada, a realização de grandes eventos de premiação volta nesta nova versão. Segundo divulgado no canal oficial da empresa no Facebook, está programada para o dia 24 de novembro a realização de evento para premiar os 100 melhores líderes que atingirem a qualificação do plano de carreira, intitulado de 100+. 

Uma matéria veiculado no Programa Amaury Junior em 2013 projetou a empresa que passou a ser conhecida no país inteiro, atraindo milhares de pessoas para o esquema em poucos meses.

Processo em aberto

Apesar de estar parcialmente liberada, a ação penal contra os diretores da Embrasystem (dona da marca BBOM) ainda tramita. Recentemente, o Superior Tribunal de Justiça mandou o processo de volta para a Justiça Estadual de São Paulo, para que ele tramite na esfera estadual. No ato, o STJ concedeu habeas corpus aos representantes da empresa e afastou a possibilidade de crime contra o sistema financeiro, alegando que o caso pode se tratar de apenas crime contra a economia popular.  #Negócios #Finança