O nome desse belo bebê na foto ao lado é Miguel Arthur e ele tem apenas quatro meses de vida. O pequeno nasceu no Ceará e sofre de uma má formação congênita fetal, que não permitiu que seus bracinhos e perninhas nascessem.

Sua mãe, Rivânia, tem vinte anos de idade e foi abandonada pelo namorado quando estava no oitavo mês de gestação. Desde então, ela não tem contato com o rapaz, nem sabe onde encontrá-lo. Atualmente a moça vive com a tia. Rivânia só soube da deficiência do filho quando deu à luz. O menino é registrado apenas no nome da mãe, pois o pai não quis saber do filho, mesmo antes de ter conhecimento de sua deficiência.

Publicidade
Publicidade

Os médicos disseram que apesar da deficiência, o menino é saudável e possui perfeitas condições intelectuais de ser uma criança normal. Por isso, pediu que Rivânia cuidasse de Miguel como se cuida de uma criança com todos os membros. Os médicos também avisaram que só saberão se Miguel pode usar próteses após ele crescer. Enquanto for um bebê, eles não conseguem ter essa conclusão.

Comoção nacional

Rivânia buscou orientação em um escritório de assistência jurídica lá no Ceará. Na ocasião foi recebida por Daniel Leão, defensor público, que a orientou a buscar os benefícios sociais de que uma criança especial tem direitos, como fraldas e atendimento médico especializado. Foi aí que uma funcionária do escritório jurídico se sensibilizou com a história. Fotografou o menino e criou uma campanha no Facebook para arrecadar doações e ajudar Miguel Arthur.

Publicidade

A foto tem mais de quinze mil compartilhamentos.

A família participou do programa de TV Cidade 190, onde contaram o caso e mostraram o bebê ao vivo. O programa disponibilizou o seu telefone de contato para quem desejar fazer doações de qualquer tipo para Miguel Arthur, como com leite Ninho 1+ e fraldas. O número é (85) 3198-8865.

Como ajudar

As doações podem ser feitas em alimentos, fraldas, roupas e se alguém desejar, pode fazer doação em dinheiro. A família mora na rua São José, 30, Jangurussu - Ceará. Se preferir, pode doar qualquer quantia diretamente na conta: 111323-4 Agência 2558  Operação 013. (Caixa Econômica Federal). Miguel Arthur agradece! #Internet #Comportamento #Maternidade