Pelos dados apresentados pela TIC #Educação 2014, estudo do Comitê Gestor da Internet do Brasil (CGI.br) é uma realização do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), 64% dos professores estão conectados à internet por meio de celulares.

Apesar de inferior ao número de alunos, que corresponde a 84% nas escolas particulares e 79% nas escolas públicas, a quantidade de professores é quase o dobro do valor apurado na última pesquisa, realizada há um ano: 36%.

Fabio Senne, coordenador de pesquisas e projetos do Cetic.br, considera que “o ambiente escolar poderia aproveita-se da existência de professores e alunos conectados para introduzir práticas educacionais que se aproveitem dessas ferramentas”. 

Para ele, duas das principais dificuldades para esse aproveitamento seriam a velocidade limitada da conexão de Internet, que em 41% das escolas públicas possui no máximo 2 megabytes de conexão, e a formação limitada dos docentes para o uso pedagógico das tecnologias informacionais.

Publicidade
Publicidade

E conclui: "Com o crescimento do acesso domiciliar e dos acessos móveis a escola perde relevância como principal local de acesso. Ainda assim, a escola deveria se fortalecer como espaço importante de uso da rede para o desenvolvimento de habilidades tecnológicas e formação de usuários críticos". #Celular