Há mais de uma semana, a chuva não dá trégua aos gaúchos. Como o acúmulo de água, crescem os problemas. Em Cachoeirinha, na região metropolitana de Porto Alegre, moradores de uma comunidade tiveram que deixar as casas em função dos alagamentos.

A Defesa Civil retirou 35 famílias que foram levadas para outro loteamento. Há mais de 40 anos, a região sofre com as enchentes. Mesmo quando pára a chuva, com os bueiros entupidos, a água continua a entrar nas casas além do mal cheiro causado.

Na capital gaúcha, diversos pontos da principal avenida da zona norte ficaram alagados. Na região Sul do estado, um trecho da BR 471, na altura da cidade de Rio Grande ficou bloqueado por causa do excesso de água da rodovia.

Publicidade
Publicidade

Em função dos estragos, o prefeito de Rio Grande, Alexandre Lindenmeyer (PT), decretou situação de emergência. As aulas foram suspensas até o final da semana, e as escolas devem ser utilizadas para atender a população, segundo divulgou a prefeitura da cidade.

O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil trabalham no atendimento dos atingidos no município, que já passam de 6 mil, sendo que 3 mil pediram auxílio para sair de casa. De acordo com a Defesa Civil, o número de pessoas prejudicadas pelo mal tempo já chegam a 57 mil. Dessas, 500 tiveram que ir para abrigos ou casas de parentes.

Chuvas no Sul

Para os próximos dias, segue o alerta de temporais. E um temporal causou estragos na noite dessa quinta-feira (24) também na cidade de Joaçaba em Santa Catarina. Um levantamento parcial aponta que quase 100 casas ficaram danificadas pela chuva forte. Vidros de apartamento e lojas também estouraram. Árvores foram arrancadas e fios de alta tensão caíram deixando parte da cidade sem energia elétrica.

Publicidade

Em Abelardo Luz (SC), o Corpo de Bombeiros atendeu a 140 chamados. Casas foram destelhadas e árvores derrubadas em função do vento e da chuva de granizo. A previsão do tempo para hoje, segundo o site Climatempo, é máxima de 22° e mínima de 17° com possibilidade de chuva no fim da tarde. De sábado a segunda-feira, a previsão é máxima de 21° e mínima de 14° com possibilidade de temporais no fim do dia. #É Manchete! #Mudança do Clima