A notícia sobre a suspensão dos concursos públicos federais já previstos para o ano de 2016, caiu como uma bomba sobre milhares de candidatos que vêem se preparando há anos para tentar a tão sonhada vaga em um cargo público.

Porém. não é hora para deixar o desespero destruir seus planos e fazer com que você desista de vez de concorrer a um cargo público. De acordo com o portal de notícias G1, vários concursos serão mantidos em 2016.

O corte não é o fim de um sonho

Mesmo que a notícia tenha sido bastante desanimadora é preciso esfriar a cabeça, pois esta suspensão não altera em nada os concursos públicos estaduais e municipais, em se tratando de Brasil é preciso levar isso em consideração, veja:

  • O Brasil possui 26 estados mais o Distrito Federal.
  • São ao todo 5 mil municípios.

Por isso ainda não é o momento de desistir dos seus objetivos, existem muitas oportunidades entre elas podemos destacar, segurança, educação, administração, saúde e para diversos cargos nas assembleias legislativas e nas câmaras municipais de vereadores.

Publicidade
Publicidade

Este é o momento de rever as possibilidades, mas certamente não é hora de desistir e jogar por terra todo os esforço e dinheiro investido na preparação para os concursos públicos.

Concursos já autorizados deverão acontecer

Ao que tudo indica existe um movimento dentro do próprio #Governo para que os concursos aprovados em 2015 e que seriam realizados em 2016, tenham seus editais liberados em breve, são eles:

  • INSS
  • ANAC, ANP, ANS
  • IBGE
  • FUNAI

Governo federal já suspendeu concursos em outras ocasiões

Esta não é a primeira vez que em meio a um arrocho financeiro, com o intuito de economizar o governo federal prevê a suspensão dos concursos.

Esta medida já foi tomada outras vezes, porém não foi levada tão a risca. Em 2012 o governo federal propôs um corte de 55 bilhões e  os concursos entraram nesta conta.

Publicidade

Entretanto vale ressaltar que naquele mesmo ano, houve a realização das provas para dois dos concursos mais concorridos, auditor e analista da Receita Federal e para todos os níveis da Polícia Federal. 

Há de se levar em consideração que mesmo em tempos de crise econômica o governo federal precisa manter a prestação de serviço a sociedade, sendo assim havendo a necessidade da reposição de funcionários, o próprio Tribunal de Contas da União, determina a regularização da situação e assim se faz necessário a realização de novos concursos. #Crise econômica #Crise no Brasil