Vice-presidente da República na chapa de Dilma Rousseff, Michel Temer (PMDB) classificou o déficit de mais de R$ 30 milhões no Orçamento da União para 2016 como “extremamente preocupante”.

Presente em São Paulo para uma palestra com empresários, o vice-presidente destacou a gravidade da situação, mas afirmou ser a favor da decisão por sua “transparência” com as questões orçamentárias.

“O orçamento com déficit é uma coisa extremamente preocupante. Mas por que o orçamento registrou o déficit?”, disse Temer. “Primeiro, para registrar a transparência absoluta das questões orçamentárias. Ou seja, não há maquiagem nas contas”, completou.

Publicidade
Publicidade

Posteriormente, em entrevista ao jornal O Globo, Temer também afirmou ter “certeza absoluta” de que Dilma Rousseff cumprirá seu mandato até o final. Para o presidente, os debates que têm cercado o #Governo de Dilma são parte do jogo democrático.

“Acho que essas coisas são naturais na democracia, esses embates são rotineiros. Eu tenho absoluta certeza que a chapa vai até o fim”, declarou. #PT #Crise econômica